quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Importando Folclore: blogagem coletiva

Dia das Bruxas ou Halloween

O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos. Neste país, levada pelos imigrantes irlandeses, ela chegou em meados do século XIX.

História do Dia das Bruxas

A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.
Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).

Símbolos e Tradições

Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.
As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.

Halloween no Brasil

No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.
Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado.
Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de outubro).

Texto extraído daqui.

Foto do Saci querendo comer a abóbora do Halloween extraída daqui.

Não sou xenófoba, até mesmo por que vivo em uma família multicultural e ainda mais sou professora de inglês. Amo conviver com a diversidade cultural e conhecer cada vez mais tanto as culturas locais como a de outros povos. Porém, decidi participar da blogagem que se intitula "Importando Folclore" por que valorizo a cultura nacional, amo as coisas do Brasil e tenho consciência que há muita alienação. Porém, acredito que tudo é válido em seu contexto. Por exemplo, como professora de inglês, acho natural que uma escola de idiomas organize festinhas de Halloween já que esta é uma manifestação cultural dos países anglo-saxões. Entretanto, fora daquele contexto, vamos reverenciar o nosso Saci! Não podemos esquecer de nosso próprio folclore, que é inclusive muito rico. Não precisamos importar o dia das bruxas no nosso cotidiano, pois aqui temos tantos mitos e seres fantásticos para serem festejados e apreciados.... O que acontece na verdade é que o brasileiro em geral tende a valorizar muito mais o que vem de fora, de outros países, principalmente dos Estados Unidos, sem filtrar o que é bom ou ruim e como esponjas absorvem qualquer tradição, incorporando-a ao seu modo de vida tupiniquim. Repito, eu não acho que seja um absurdo haver esse tipo de festinha nos contextos citados pois somente aprendemos um idioma bem quando também vivenciamos aspectos da cultura de onde esta língua é falada, quando lemos a literatura, ouvimos a música, conhecemos suas tradições, etc. Porém, fora de meu contexto profissional, considero que comemorar o dia das bruxas não tem sentido. Soa-me como muita alienação. Pensando neste aspecto,

"Artistas, educadores, políticos e uma boa parcela da sociedade se mobiliza pela comemoração do dia do Saci em 31 de outubro há alguns anos. A idéia é de se homenagear o personagem do folclore nacional mais conhecido e descrito na literatura no mesmo dia em que, nos Estados Unidos, se comemora o Dia das Bruxas, ou o Raloin, na grafia dos saciólogos. Algumas cidades brasileiras, como São Paulo, já aprovaram leis que institui a data como dia do Saci e pela preservação da cultura nacional, mas o projeto que institui a data em âmbito nacional, ainda aguarda aprovação no Congresso Nacional". ( extraído daqui).



Precisamos valorizar a nossa cultura. Gosto sempre de repetir: é o papel do pai, da mãe transmitir bons valores aos filhos. Vivemos num mundo globalizado e longe de sermos hipócritas com esta história de comprar, consumir somente o produto nacional, mas existe uma tendência que talvez se confunda com um complexo de inferioridade com relação à cultura brasileira. Nossa cultura é riquíssima, interessantíssima e uma grande atração no exterior. Só falta o brasileiro descobrir isso.

Então pessoal, vamos comemorar o dia do Saci-pererê!

Esta postagem faz parte da blogagem coletiva organizada pelo Ronado do Vida Blog.

Marcadores: , ,

terça-feira, 28 de outubro de 2008

O Cristo Redentor está rosa


No mês de combate ao câncer de mama, a iluminação do Cristo Redentor está toda rosa. Ficou ainda mais lindo!
imagem tirada daqui.

Marcadores: , ,

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Abre aspas para a poesia II

Hoje tem blogagem coletiva na blogosfera! Lunna, com seu excelente blog Acqua, criou a segunda blogagem de poesia da qual participo este ano. No primeiro, eu prestei homenagem à Roseana Murray. Divulgar a poesia é sempre um prazer enorme. Foi muito difícil escolher um autor/a mas depois de muito pensar, optei por homenagear Cora Coralina.


Voz mais
viva da cidade de Goiás, personagem e símbolo da tradição da vida interiorana, Cora Coralina nasceu em 20 de agosto de 1889, na casa que pertencia à sua família há cerca de um século e que se tornaria o museu que hoje reconta sua história. Filha do Desembargador Francisco de Paula Lins dos Guimarães Peixoto e Jacita Luiza do Couto Brandão, Cora, ou Ana Lins dos Guimarães Peixoto (seu nome de batismo), cursou apenas as primeiras letras com mestra Silvina e já aos 14 anos escreveu seus primeiros contos e poemas. Tragédia na Roça foi seu primeiro conto publicado.

Em 1934 casou-se com o advogado Cantídio Tolentino Bretas e foi morar em Jabuticabal, interior de São Paulo, onde nasceram e foram criados seus seis filhos. Só voltou a viver em Goiás em 1956, mais de vinte anos depois de ficar viúva e já produzindo sua obra definitiva. O reencontro de Cora com a cidade e as histórias de sua formação alavancou seu espírito criativo.

Tradições e festas religiosas, a comida típica da região, as famílias e seus 'causos', tudo motivava a escritora fazer uma ponte entre o passado e presente da cidade, numa tentativa de registrar sua história e entender as mudanças. Nas suas próprias palavras: "rever, escrever e assinar os autos do Passado antes que o Tempo passe tudo ao raso". Com a mesma rica simplicidade de seus personagens, Cora fazia doces cristalizados para vender.

Seu primeiro livro, Poemas dos Becos de Goiás e outras histórias mais , foi publicado em 1965, e levou Cora, aos 75 anos, finalmente a ser reconhecida como a grande porta-voz de uma realidade interiorana já afetada pelo avanço da modernidade. O poeta Carlos Drummond de Andrade, surpreendido com a obra de Cora, escreveu-lhe em 1979: "(...) Admiro e amo você como a alguém que vive em estado de graça com a poesia. Seu livro é um encanto, seu lirismo tem a força e a delicadezadas coisas naturais (...)".

Cora Coralina faleceu em Goiânia a 10 de abril de 1985. Logo após sua morte, seus amigos e parentes uniram-se para criar a Casa de Coralina, que mantém um museu com objetos da escritora.
Fonte: foto e texto extraídos daqui.




Antiguidades

Quando eu era menina
bem pequena,
em nossa casa,
certos dias da semana
se fazia um bolo,
assado na panela
com um testo de borralho em cima.

Era um bolo econômico,
como tudo, antigamente.
Pesado, grosso, pastoso.
(Por sinal que muito ruim.)

Eu era menina em crescimento.
Gulosa,
abria os olhos para aquele bolo
que me parecia tão bom
e tão gostoso.

A gente mandona lá de casa
cortava aquele bolo
com importância.
Com atenção. Seriamente.
Eu presente.
Com vontade de comer o bolo todo.

Era só olhos e boca e desejo
daquele bolo inteiro.
Minha irmã mais velha
governava. Regrava.
Me dava uma fatia,
tão fina, tão delgada...
E fatias iguais às outras manas.
E que ninguém pedisse mais !
E o bolo inteiro,
quase intangível,
se guardava bem guardado,
com cuidado,
num armário, alto, fechado,
impossível.

Era aquilo, uma coisa de respeito.
Não pra ser comido
assim, sem mais nem menos.
Destinava-se às visitas da noite,
certas ou imprevistas.
Detestadas da meninada.

Criança, no meu tempo de criança,
não valia mesmo nada.
A gente grande da casa
usava e abusava
de pretensos direitos
de educação.

Por dá-cá-aquela-palha,
ralhos e beliscão.
Palmatória e chineladas
não faltavam.
Quando não,
sentada no canto de castigo
fazendo trancinhas,
amarrando abrolhos.
"Tomando propósito".
Expressão muito corrente e pedagógica. Aquela gente antiga,
passadiça, era assim:
severa, ralhadeira.

Não poupava as crianças.
Mas, as visitas...
- Valha-me Deus !...
As visitas...
Como eram queridas,
recebidas, estimadas,
conceituadas, agradadas!

Era gente superenjoada.
Solene, empertigada.
De velhas conversar
que davam sono.
Antiguidades...

Até os nomes, que não se percam:
D. Aninha com Seu Quinquim.
D. Milécia, sempre às voltas
com receitas de bolo, assuntos
de licores e pudins.
D. Benedita com sua filha Lili.
D. Benedita - alta, magrinha.
Lili - baixota, gordinha.
Puxava de uma perna e fazia crochê.
E, diziam dela línguas viperinas:
"- Lili é a bengala de D. Benedita".
Mestre Quina, D. Luisalves,
Saninha de Bili, Sá Mônica.
Gente do Cônego Padre Pio.

D. Joaquina Amâncio...
Dessa então me lembro bem.
Era amiga do peito de minha bisavó.
Aparecia em nossa casa
quando o relógio dos frades
tinha já marcado 9 horas
e a corneta do quartel, tocado silêncio.
E só se ia quando o galo cantava.

O pessoal da casa,
como era de bom-tom,
se revezava fazendo sala.
Rendidos de sono, davam o fora.
No fim, só ficava mesmo, firme,
minha bisavó.

D. Joaquina era uma velha
grossa, rombuda, aparatosa.
Esquisita.
Demorona.
Cega de um olho.
Gostava de flores e de vestido novo.
Tinha seu dinheiro de contado.
Grossas contas de ouro
no pescoço.

Anéis pelos dedos.
Bichas nas orelhas.
Pitava na palha.
Cheirava rapé.
E era de Paracatu.
O sobrinho que a acompanhava,
enquanto a tia conversava
contando "causos" infindáveis,
dormia estirado
no banco da varanda.
Eu fazia força de ficar acordada
esperando a descida certa
do bolo
encerrado no armário alto.
E quando este aparecia,
vencida pelo sono já dormia.
E sonhava com o imenso armário
cheio de grandes bolos
ao meu alcance.

De manhã cedo
quando acordava,
estremunhada,
com a boca amarga,
- ai de mim -
via com tristeza,
sobre a mesa:
xícaras sujas de café,
pontas queimadas de cigarro.
O prato vazio, onde esteve o bolo,
e um cheiro enjoado de rapé.

Cora Coralina
Poema com foto de Cora extraído daqui.

Marcadores: , ,

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Ele fará uma turnê pelo Brasil

Adoro a música do Michel Légrand, mesmo não entendendo 100% de francês. Conheci a música belíssima do Légrand no Filme Summer of 42 e depois mais ainda através da própria música brasileira. Ele já cantou com Ivan Lins e outros artistas brasileiros. É um apaixonado pela MPB e Bossa Nova.
Interessante que eu vinha querendo colocar um vídeo dele aqui no blog e hoje ao andar de metrô, deparo-me com um cartaz anunciando o show dele no Canecão no RJ!

Marcadores: ,

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Blogagem Coletiva sobre Adoção


Amigos, esqueci de avisar a vocês que todos os participantes da blogagem sobre Adoçao estarão em dois blogs: http://blog-blogagem.blogspot.com/
http://casadefestas.blogspot.com/
Não precisa fazer a inscrição nos dois. Um já basta, ok.
Quaisquer dúvidas, entrem em contato com a Georgia do Saia Justa.

Marcadores: ,

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Hoje é Dia de Cecília

Daí pensei: não quero escrever no blog pois não quero falar somente de desgraças. Porém, ao visitar os blogs que sempre visito, deparo-me com algo que me trouxe uma felicidade instantânea, mesmo que passageira. A Leonor, do blog Na Dança das palavras irá homenagear Cecília Meireles com uma blogagem pelo aniverśario de nascimento desta escritora maravilhosa no dia 7 de novembro.

Se alguém tiver interesse em participar, entre em contato com a Leonor. E mesmo se não quiser, faça uma visitinha ao blog dela, que está sempre recheado de belas poesias e pensamentos que nos encantam e muitas vezes acalmam um coração dilacerado depois de ler tanta desgraça nos jornais brasileiros.

Precisamos de mais poesia no mundo de hoje. Por isso, Viva Cecília!

O texto a seguir, eu retirei do blog da Leonor com as instruções para participar na blogagem coletiva:

O dia 7 de novembro marca mais um aniversário do nascimento da escritora Cecília Meireles. Esse blog deseja comemorar esta data distribuindo a poesia de Cecília pela blogosfera com a blogagem coletiva: HOJE É DIA DE CECÍLIA!
Como participar ?

1.Cole o selinho da blogagem em seu blog para divulgar a sua participação.

2. Deixe aqui o nome do seu blog para que ele faça parte da lista dos blogs participantes.

3. No dia 7 de novembro escolha um poema da Cecília para uma postagem especial.

Faça parte desse grupo que respeita e aplaude Cecília divulgando com prazer a sua obra.







Photobucket


Marcadores: , , ,

Dia Nublado, tempos nublados

Hoje é segunda e o dia está nublado. Lembram da música da Adriana Calcanhoto sobre cariocas?

Pois é... "cariocas não gostam de dias nublados...." Eu prefiro os dias de sol com céu azul.

Mas independente do dia nublado, confesso que acordei desanimada ao saber de tantas desgraças acontecendo no país ... A menina Eloá e o desfecho trágico deste seqüestro, o comportamento doentio daquele rapaz que por não ser mais correspondido no amor, resolve por fim à vida de uma jovem cheia de vontade de ser feliz.... Que baixa tolerância à frustração é essa??? Uns vão dizer... ele enlouqueceu... Não pode ficar preso, pois ele precisa de cuidados especiais. O que mais me preocupa é que este não é um caso isolado. Este tipo de violência contra adolescentes é muito mais recorrente do que se imagina. E cada vez mais cedo, as meninas começam a se relacionar com homens mais velhos. Eloá tinha 15 e o assassino 22... parece que já foi o tempo que adolescente namorava adolescente, não é.

Ontem aconteceu outro assassinato parecido, desta vez em Sorocaba, SP, onde um ex-namorado também de 22 anos matou a ex- de 16 com um tiro na cabeça por que ela não o queria mais....

Hoje abro o jornal e leio que o empresário Arthur Sendas foi assassinado também, supostamente por um de seus motoristas. É um crime atrás do outro. Que sociedade doentia, meu Deus...

Foto extraída daqui.

Marcadores: , ,

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

A todos os professores

Para nós que sonhamos com uma educação de qualidade em todos os sentidos....

Agradeço aos meus professores por tudo o que me ensinaram. E por terem muitas vezes plantado sementinhas de curiosidade para que eu seguisse adiante nas minhas descobertas. Até os dias de hoje. Obrigada, queridos professores!

Feliz Dia dos Professores!

Marcadores: ,

terça-feira, 14 de outubro de 2008

BLOG ACTION DAY 2008 Pobreza e o direito à educação básica de qualidade

O tema da blogagem de hoje é falarmos sobre algum aspecto da pobreza. Longe de querer parecer piegas, o fato é que milhões de pessoas vivem em pobreza absoluta no mundo. Em escala nacional, muitos brasileiros ainda lutam pelo pão de cada dia.

Um dia desses li no jornal que no Brasil os que mais são afetados pela pobreza são as crianças e os jovens. A pobreza traz conseqüências graves para o desenvolvimento humano e de nosso país. Mas este é um assunto tão complexo, não é mesmo? Sobre o que enfocar? Desnutrição, a falta de alimento, de moradia, as doenças causadas por falta de saneamento básico, assistência médica, falta de moradia, falta de água? Muitas vezes penso se um dia ela terá fim.... Talvez nunca, mas o que venho observando é que cada vez mais a sociedade civil está abraçando esta causa, tentando cumprir seu papel de cidadã.


Comecei a pesquisar sobre este tema tão abrangente e que nos leva a pensar sob tantos aspectos.... Na minha humilde opinião "ensinar o outro a pescar" tem um impacto muito maior e melhor no cidadão e na sociedade do que "pescar para o outro o tempo todo".... A segunda opção não corta o mal pela raíz e sim 'empurra um problemão com a barriga".

Descobri a existência de uma organização chamada GCAP, que se auto-define como "o maior movimento da sociedade civil no mundo a clamar pelo fim da pobreza e a desigualdade". Pude perceber que há muitas organizações engajadas nesta causa. Pesquisando nesta página, encontrei uma outra que me encaminhou para o tema sobre o qual eu justamente quero abordar hoje no Cantinho, que é o direito à educação pública de qualidade. Eu acredito que a educação nos liberta até mesmo da pobreza. Mas para termos uma educação de qualidade de verdade, precisamos de muito investimento na educação: da educação infantil ao ensino médio.

Ultimamente no Brasil tem se falado muito nos investimentos que poderão ser feitos na educação básica assim que a camada pré-sal trouxer lucros.... Acho ótimo pensar que mais investimento será aplicado na educação. Mas quando isso ocorrerá? Tal fato é preocupante, já que não há previsão sobre quando o Brasil começará a lucrar com as recentes descobertas. E nós precisamos de um ensino de melhor qualidade AGORA...

O que fazer enquanto este lucro não vem? O objetivo desta campanha é combater este longo adiamento, já que a educação brasileira precisa de mais invenstimentos AGORA é não é possível que num país onde a arrecadação de impostos bate recordes a cada mês não consiga aumentar a margem de investimento na educação.


O texto diz o seguinte:

O Brasil tem condições de investir mais em educação independentemente dos recursos que poderão surgir da exploração do petróleo recém-descoberto na camada pré-sal. A afirmação é do professor da USP de Ribeirão de Preto José Marcelino Rezende Pinto, especialista em financiamento educacional. (...)


Para ele, o único ponto positivo do debate sobre a camada pré-sal até o momento é o fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ministro da Educação Fernando Haddad terem se pronunciado publicamente sobre a intenção de destinar mais recursos para o setor. “Essa não precisa ser necessariamente a fonte. A pré-sal ainda é uma incógnita, estamos no campo das especulações. Não sabemos qual é a capacidade de produção nem quando teremos retorno”, afirma.


Marcelino garante que hoje o Brasil já tem condições de destinar pelo menos mais R$ 65 bilhões para a educação (2,5% do PIB – Produto Interno Bruto – de 2007) utilizando recursos da carga tributária que, segundo ele, só no ano passado girou em torno de R$ 910 bilhões (35% do PIB). “Para um país que arrecada esse montante, chegar a 7% do PIB é um número factível”, completa. (...)

O coordenador geral da Campanha, Daniel Cara , diz que o compromisso com novos recursos no futuro é um bom sinal, mas concorda que a educação precisa de investimentos mais urgentes. “É preciso um esforço financeiro efetivo com o problema presente. A educação pública não conta com infra-estrutura adequada para a aprendizagem dos estudantes, os profissionais da educação não são remunerados adequadamente e já nos deparamos com falta de professores em inúmeras regiões do país”, analisa.


Hoje o Brasil investe cerca de R$ 117 bilhões em educação pública, sendo R$ 91 bilhões para educação básica e R$ 26 bilhões para educação superior (correspondente a 3,5% e 1% do PIB de 2007, respectivamente). Se utilizado como parâmetro de comparação as resoluções da Coneb (Conferência Nacional de Educação Básica), realizada em abril deste ano, o montante a ser despendido pela União, estados e municipais seria bem mais alto: mais de R$ 182 bilhões (7% do PIB de 2007) até 2011 e pelo menos R$ 208 bilhões (8%) em 2012, R$ 234 bilhões (9%) em 2013 e R$ 260 bilhões (10%) em 2014, sem serem consideradas as taxas de crescimento da economia brasileira para os próximos anos.


O que é pré-sal
– Pré-sal é uma camada do subsolo que se encontra a mais de cinco quilômetros de profundidade do nível do mar. Acima dela estão outras duas camadas: a de sal, em torno de três quilômetros, e a pós-sal, na faixa de dois quilômetros. As descobertas brasileiras apontam para uma estimativa de 50 bilhões de barris de petróleo na camada pré-sal localizada entre a costa do Espírito Santo e a de Santa Catarina. A exploração de petróleo nesta área tem sido tratada como uma grande oportunidade de desenvolvimento nacional, porém como o governo ainda não definiu uma estratégia de exploração e não contabilizou todos os custos envolvidos nesse processo, não é possível determinar qual será o volume de recursos advindos da exploração do petróleo e do gás natural.

Texto extraído daqui.

Marcadores: , , , , , , ,

NOVA BLOGAGEM COLETIVA - ADOÇÃO


A Georgia do Saia Justa e o Dacio do Chega Mais
estão organizando uma blogagem coletiva sobre a adoção de crianças e adolescentes. Com certeza este será um debate de grande valia para todos aqueles que amam as crianças e querem o bem delas, para os que desejam adotar, para os que estão no processo de adoção, para os que não pretendem adotar mas simpatizam com a causa e para os que já adotaram. Eu sou mãe do coração, mas gosto de dizer que sou mãe de minha filha simplesmente, como sou mãe de meu outro filho, que nasceu de meu ventre. Ela foi gerada em mim, porém no meu coração. Sabem por que? Pois há muito tempo nós a esperávamos com grande ansiedade. Eu, meu marido e nosso filho mais velho. E essa espera durou muito mais que 9 meses. Mas ela chegou!!! :-)))
Gostaria que muitas outras gestações do coração se realizassem nesse país. Pois há pessoas querendo tornar-se pais e mães e crianças ansiosíssimas para que seus papais e mamães cheguem logo. Portanto, este é um assunto com tantos desdobramentos e que por razões óbvias, mexe muito comigo. A Georgia e o Dacio sabiamente até estenderam o período de blogagem ( de 10 a 5 de novembro) pois certamente um dia apenas não bastaria para falarmos e compartiharmos sobre tantos aspectos da adoção de crianças e adolescentes. Os últimos, são casos raros, infelizmente. Será cultural? Por que casais estrangeiros adotam mais crianças mais velhas do que casais brasileiros? Há tantos questionamentos, medos, dúvidas, porém existe uma certeza: existem muitas crianças crescendo em abrigos e perdendo oportunidades únicas de serem adotadas pois o tempo passa, elas crescem e a justiça não consegue resolver seus problemas. Vamos tentar entender a situação... Participem da blogagem sobre a adoção!
A Georgia nos explica o que é necessário fazer para participar:

"Para a Blogagem Coletiva o convite é":

1) Depoimentos de quem adotou uma criança;
2) Quem pensa em adotar e está neste corredor de espera;

3) Como foi o seu contato com a entidade X criança X você;
4) Quais as dificuldades enfrentadas até a reta final;

5) Você, parente ou amigos estão no corredor de espera para a Adoção?
6) Gostaria de discutir o assunto mesmo que não queira adotar uma criança?
7) E como vê toda essa situação na sociedade em que vivemos?

A data para a blogagem será na semana de 10 a 15 de novembro. Assim teremos uma semana inteira para escrevermos e interagirmos sobre o tema: Adoção de Crianças e Adolescentes. Vamos em frente? Posso contar com você para ajudar a divulgar essa blogagem em seu blog?


No mais, visitem os blogs da Georgia e Dacio para pegarem o selo e fazerem a adesão!

Marcadores: ,

domingo, 12 de outubro de 2008

Hoje é dia das Crianças

O dia das crianças é todo dia............

Amados filhos, vocês são a razão do meu viver! Todos os dias


Canção



Eu preparo uma canção
em que minha mãe se reconheça,
todas as mães se reconheçam
e que fale como dois olhos.

Caminho por uma rua
que passa em muitos países
se não me vêem , eu vejo
e saúdo velhos amigos

Eu distribuo um segredo
como quem ama ou sorri,
no jeito mais natural
dois carinhos se procuram

Minha vida, nossas vidas
formam um só diamante,
aprendi novas palavras
e tornei outras mais belas.

Eu preparo uma canção
que faça acordar os homens
e adormecer as CRIANÇAS.




( Carlos Drumond de Andrade)

Marcadores: , ,

Viva Nossa Senhora Aparecida!

Nossa Senhora Aparecida ou Nossa Senhora da Conceição Aparecida, é a Virgem Padroeira do Brasil. O seu santuário localiza-se em Aparecida, no estado de São Paulo, e a sua festa é comemorada, anualmente, a 12 de Outubro.


Fonte: Wikipédia

Há duas fontes sobre o achado da imagem, que se encontram no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida (anterior a 1743) e no Arquivo Romano da Companhia de Jesus, em Roma.

A sua história tem o seu início em meados de 1717, quando chegou a Guaratinguetá a notícia de que o conde de Assumar, D. Pedro de Almeida e Portugal, governador da então Capitania de São Paulo e Minas de Ouro, iria passar pela povoação a caminho de Vila Rica (atual cidade de Ouro Preto), em Minas Gerais.

Desejosos de obsequiá-lo com o melhor pescado que obtivessem, os pescadores Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves lançaram as suas redes no rio Paraíba do Sul. Depois de muitas tentativas infrutíferas, descendo o curso do rio chegaram a Porto Itaguaçu, a 12 de Outubro. Já sem esperança, João Alves lançou a sua rede nas águas e apanhou o corpo de uma imagem de Nossa Senhora da Conceição sem a cabeça. Em nova tentativa apanhou a cabeça da imagem. Envolveram o achado em um lenço e, animados pelo acontecido, lançaram novamente as redes com tanto êxito que obtiveram copiosa pesca.

Durante quinze anos a imagem permaneceu na residência de Felipe Pedroso, onde as pessoas da vizinhança se reuniam para orar. A devoção foi crescendo entre o povo da região e muitas graças foram alcançadas por aqueles que oravam diante da imagem. A fama dos poderes extraordinários de Nossa Senhora foi se espalhando pelas regiões do Brasil. Diversas vezes as pessoas que à noite faziam diante dela as suas orações, viam luzes de repente apagadas e depois de um pouco reacendidas sem nenhuma intervenção humana. Logo, já não eram somente os pescadores os que vinham rezar diante da imagem, mas também muitas outras pessoas das vizinhanças. A família construiu um oratório, que logo se mostrou pequeno. Por volta de 1734, o vigário de Guaratinguetá construiu uma capela no alto do morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745. Diante do aumento no número de fiéis, em1834 foi iniciada a construção de uma igreja maior - a atual Basílica Velha.

Em 6 de Novembro de 1888, a Princesa Isabel visitou pela segunda vez a basílica e ofertou à santa uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis, juntamente com um manto azul.

Continuem lendo o texto aqui.




Marcadores:

sábado, 11 de outubro de 2008

Anotem na agenda!

Sempre que posso, participo das blogagens coletivas pois acredito que quando blogueiros de diversas partes do Brasil e do mundo publicam mensagens sobre um determinado tema, várias perspectivas sobre o tópico em questão viajam pela rede mundial de computadores e assim sempre aprendemos algo novo, sempre temos a oportunidade de contribuir para um mundo melhor e mais harmônico e de quebra conhecemos outros blogueiros, outros 'universos' e como é bom compartilhar.

É um pensamento romântico? Talvez sim, mas tudo bem. Eu gosto de ser romântica :-)

Portanto, anotem em suas agendas três blogagens importantes que acontecerão neste mês de outubro: a primeira será no dia 15 - Blog Action Day 2008 e eu fiquei sabendo dessa blogagem através do ótimo blog da Luma. O tema este ano é a Pobreza. A página brasileira explica o que é o Blog Action Day:

No dia 15 de outubro de 2008, blogueiros de todas as partes do mundo falarão “a mesma língua”, sobre o mesmo assunto, ao mesmo tempo. Este é o Blog Action Day, uma ação que partiu da blogosfera e conquistou espaço na grande mídia.

A intenção do movimento é anualmente unir todos os blogs do planeta em um só objetivo: que cada blogueiro escreva sobre um tema comum a todos, pautado por um assunto de importância global visando alinhar "a conversa" da Blogosfera por pelo menos um dia.


Na página brasileira do Blog Action Day 2008 há explicações de como fazer para participar:

É simples fazer a sua parte no Blog Action Day. Basta escrever em seu blog, no dia 15 de outubro, sobre o tema da edição deste ano que abordará a "Pobreza". Leia, pesquise, dê voz às suas opiniões: o sucesso do Blog Action Day está justamente nas milhares de vozes e informações que enriquecem a discussão sobre o tema escolhido.

Neste link você pode se cadastrar para eles saberem que você está participando também.

As outras duas blogagens me foram apresentadas pelo também maravilhoso blog da Andrea.
A segunda aconteceŕa no dia 27 de outubro e será a segunda versão de um belo convite à poesia feito pela Lunna Montez do blog Aqua, onde cada um podeŕa postar uma poesia de seu autor preferido. A missão segundo a Lunna é -


No dia 27 de outubro ( uma segunda-feria - é claro) escolha uma poesia para postar e fale um pouco do poeta que a escreveu numa espécie de breve biografia.


Eu participei da primeira versão!
Postei em abril poemas da Roseana Murray.







Fecharemos o mês com a blogagem do dia 31 de outubro idealizado pelo Ronaldo do VidaBlog.
O tema da blogagem idealizada pelo Ronaldo é "Importando Folclore". Segue o chamado do Ronaldo para a blogagem do dia 31:


No dia 31 de outubro (dia em que é celebrado o Halloween, a festa folclórica mais tradicional e mais divulgada da cultura norte-americana), iremos publicar nossos textos. Escreva um texto sobre este tema. Diga se você concorda ou não, fale sobre a cultura nacional, discuta as influências estrangeiras; se desejar mostre os contos e lendas de sua região. O importante é falar sobre a cultura nacional, mas o aspecto da discussão você escolhe.

Então??

Vamos participar?


Marcadores: , , , , , , ,

Centenário de Cartola

Angenor de Oliveira - "Cartola"


Cartola não existiu.
Foi um sonho que tivemos.
- Nelson Sargento -


Este ano com certeza é o ano dos belos centenários.....





Cartola merece todas as nossas homenagens!


Uma música que me vem logo à mente quando penso no Cartola é "As Rosas não falam".... Tenho as lembranças gostosas de acompanhá-lo na tv com a Dona Zica, um casal eterno e sempre bonito de se contemplar, não é.

A foto da Tia Zica e do Cartola foi extraída daqui. O texto e as outras fotos que seguem foram extraídos daqui.

Cartola nasceu a 11 de Outubro de1908
no Rio de Janeiro, em um bairro chamado
Catete. Neste dia, o Brasil e o mundo recebia
um de seus cidadãos mais ilustres.

Ganhou o apelido pois quando
trabalhava em obras, usava um chapeu côco,
para não sujar os cabelos de cimento.

Foi em 1919 que Sebastião, Aída e seus
sete filhos chegaram no Buraco Quente,
(um bairro no morro de Mangueira).

Era franzino, mas muito esperto,
conta seu amigo e parceiro Carlos Cachaça,
que já morava em Mangueira.
Cartola em uma entrevista disse:
Nos meus olhos, em Mangueira
só tinham uns cinquenta barracos.
E provavelmente estava certo.

Ele e seus companheiros fundaram
a G.R.E.S Estação Primeira de Mangueira.

Sua contribuição à Cultura Brasileira é inestimável.

Sua concepção harmônica, suas melodias e versos
são simplesmente maravilhosos.
Mestres da Música como os maestros Villa Lobos
e Stokovsky foram ao Buraco Quente conhecê-lo
e tomar conhecimento de sua obra.

Devido ao racismo, Cartola nunca foi economicamente
bem sucedido. Trabalhou até como pedreiro para sobreviver,
e no meio dos anos 60 o jornalista Stanislaw Ponte Preta
encontrou-o lavando carros no bairro de Ipanema,
e perguntou: Voce não é o Cartola? Sou, foi a resposta.
Isso causou muito espanto ao jornalista, que passou
a ajudá-lo, tornando-o mais popular.
Cartola, gravou seu primeiro disco em 1974.

Mas sua vida não foi só de tristezas.


Entre a metade dos anos 60 até sua morte em1980
conheceu um pouco de popularidade (mas não dinheiro),
e descobriu que todos que tinham a chance de ouvir suas
canções, ou vê-lo tocar e cantar, passava a amá-lo.

Através de suas canções, o povo brasileiro
pôde entender um pouco mais a vida, e como lidar
com o dia a dia de uma maneira mais poética.

Cartola partiu desse mundo deixando suas canções
e seu amor, e nós o louvamos, e o amamos muito.

Cartola ignorou a injustiça pois esteve sempre
ocupado, com o que tinha no coração.

Tinha sabedoria suficiente para saber o quanto
estava adiante de seu tempo.





Marcadores: ,

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Trijntje Oosterhuis


Quem ainda não a conhece, esta é Trijntje Oosterhuis, uma de minhas cantoras holandesas favoritas. Gosto de sua voz, da escolha do repertório. Ela canta em holandês e em inglês. Já gravou um cd com músicas de Stevie Wonder, Burt Bacharach, por exemplo. Gosto de seu repertório ecĺético. Quem tiver vontade de conhecê-la, procurem por ela no You tube pois há muitos vídeos dela por lá.
Foto:
www.janvis.nl



















Marcadores: , ,

domingo, 5 de outubro de 2008

Eleições 2008


Para os amigos que vivem no Brasil, desejo que possamos exercer o nosso direito com a consciência de que faremos a 'melhor' escolha diante das possibilidades apresentadas.
Sinto-me cética. Vamos ver os resultados.
Boa votação para todos!
Para aqueles que não vivem no Brasil, por favor, torçam por nós, para que uma safra de pessoas honestas possam ser nossos representantes a partir de 2009. O Rio de Janeiro precisa de renovação total.

Tenham todos um ótimo domingo e semana!

Marcadores: ,

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Quando gira o mundo....... It's a small world after all...


Este meme muito fofo me foi passado pela Elvira do Evipensieri! Através dele, temos a oportunidade de conhecermos outros blogs em partes diferentes do mundo e quem sabe, fazermos novas amizades. Conheçam o blog da Elvira pois vale a pena. Ela sempre nos dá excelentes dicas de bons livros e filmes! Copio aqui exatamente o que a Elvira escreveu:

“Basta copiar de “start copying here” até “finish copying here” e adicionar o seu nome com o link de seu blog no final da lista e o país de onde você é. O objetivo é fazer novos amigos pelo planeta…Vamos ver se giramos o mundo?”

~ start copying here ~
Join the Worldwide Link Love! Benefits of Worldwide Link Love!
1. Make new friends around the world.
2. Feel the Link Love.
3. Gain new readers and subscribers.
Rules:
1. Copy from ~start copying here ~ to ~ end copying here ~ and paste it on your blog.
2. At the end of the list, put your name and the country your in, it doesn’t matter what’s your nationality just put the country where you are publishing your blog. Don’t forget to put links at your name.
3. If u have many blogs, you can link all of it, just make sure you post the same on each blog.
4. Tag eight (8) or more of your blog friends.
5. Tip for blogspot users: make sure you copy and paste the code in Compose mode.
Wanna join, and you can’t find your name on the list? Just leave a comment here.
Worldwide Link Love! Participants:

1. Julia (Philippines)
2. Catherine (Malaysia)
3. shimumsy(u.s.a)
4. Mitch (Philippines)
5. Hailey (Philippines)
6. Sexymom (USA)
7. Liza (Philippines)
8. Sasha (Philippines)
9. Tere (Philippines)
10. Simply The Best
11. The World Wide Web Addict
12. My Daily Nourishment
13. My Euro Travel and Adventure
14. Euroangel Graffiti (Germany)
15. A Simple Life (Philippines)
16. MAX (Portugal)
17. Cidão (Brasil)
18. Jaqueline Amorim (Brasil)
19. Luma Rosa (Brasil)
20. Renatinha! (Brasil)
21. Andréa Motta (Brasil)

22. Elvira (Brasil)

23. Sonia (Brasil)

Indico esse meme para a Ale, Aninha, Bete, Beth, Celia, Celia Rodrigues, Elzinha, Fernanda, Georgia, Grace, Sandra

Marcadores: , , , ,

Outubro Rosa e a Campanha: não aceite informação pela metade


A Meire fez o chamado e aqui estou para divulgar a campanha Outubro Rosa, contra o câncer de mama. Sabemos o quanto é importante estarmos antenadas com nosso corpo assim como termos a iniciativa de procurarmos todas as informações possívels sobre o que devemos fazer para nos prevenirmos dessa terrível doença.
A campanha foi idealizada pela FENAMA.
Destaquei alguns ítens relevantes encontrados neste site e os reproduzo em seguida: são as coisas que preciso/precisamos saber sobre o câncer de mama. ( informações extraídas daqui).



MITOS E VERDADES


Data da Publicação: 19/6/2008

A palavra câncer ainda é motivo de susto para muitas pessoas. A sua aura de fatalidade ainda acarreta impressões falsas de que o câncer é inevitavelmente sinônimo de morte. A palavra câncer tem origem latina e significa, literalmente, caranguejo.

Ocasionalmente, a interpretação de fatos relacionados ao câncer ou uma generalização de um caso isolado da doença, assim como especulações, acabam por confundir a realidade da situação.

O câncer tem cura?

O câncer tem cura, mas depende do quão avançado ele se apresenta. A extenção inicial da doença é denominada estádio clínico, que vai do estádio I ao IV. O estádio é definido de acordo com o tamanho do tumor, e se existe ou não espalhamento da doença, chamado metástase. Quanto menor for o estádio da doença maior será a chance de cura. Por isso é muito importante a realização do diagnóstico precoce.

O câncer é contagioso?

O câncer não pode ser transmito por contágio como resfriados, por exemplo. Mas certos vírus propensos a provocar alguns tipos de câncer podem ser transmitidos por contato sexual, transfusão de sangue de má qualidade ou seringas contaminadas. O Câncer de mama não é provocado por vírus, portanto não é contagioso.

Todo tumor é câncer ?

A palavra tumor é atribuída a qualquer aumento de volume desenvolvido em qualquer parte do corpo. Não significa câncer. Quando as células crescem de forma organizada, sem invadir tecidos vizinhos, corresponde a um tumor benigno. Caso contrário, o tumor é maligno, esse sim, um câncer.

Desodorante antiperspirante pode causar câncer de mama?

De forma alguma.Não existem pesquisas ou estudos que comprovem a relação entre as duas coisas. O que pode acontecer é o entupimento de algumas glândulas sudoríparas, mas isso não afeta a mama.

Se eu faço o auto-exame de mamas todos os meses não preciso fazer mamografia?

O auto-exame das mamas não é capaz de detectar por si só, a existência do câncer de mama. O que se deve fazer é a conjugação de todos os passos do auto-cuidado das mamas, isto é, realizar o auto-exame todos os meses, fazer o exame clínico com seu médido anualmente, e a mamografia no periodicidade indicada por ele. Alguns cânceres de mama são detectados apenas com a mamografia. Outros são detectados apenas com exame médico, por essa razão, a American Cancer Society (ACS) também recomenda a mamografia, junto com o auto-exame e o exame físico feito por um profissional de saúde.

Amamentar protege o peito do câncer de mama?

A amamentação é muito importante como fator protetor. Mulheres que amamentam o primeiro filho mais cedo têm menos risco para o câncer de mama, embora ainda assim aconteça, mesmo tendo amamamentado várias vezes. Quando a mulher completa a gravidez e amamenta, as células mamárias chegam à sua maturidade, tornando-se mais resistentes a alterações genéticas.

Mamografias são dolorosas?

O procedimento da mamografia pode levar a um desconforto momentâneo devido à pressão exercida pelo aparelho sobre a mama. Mas a mamografia em si não é dolorosa. Para amenizar esse desconforto, as mulheres devem considerar seu ciclo menstrual na hora de agendar sua mamografia. O período mais adequado para o exame é logo após a menstruação.

O tecido denso das mamas, ou dos seios, em mulheres jovens impossibilita a visualização de tumores pela mamografia?

Apesar de ser verdade que densidade do tecido mamário nas mulheres jovens dificulta a visualização, essa continua sendo a única forma de detectar microcalcificações que podem ser sinais de um início de câncer de mama. A pratica do auto-exame regularmente continua sendo importante para essas mulheres. A ecografia também pode ajudar em casos de investigação de sintomas.

Pessoas na minha família tiveram câncer, terei também neoplasia porque o câncer é hereditário?

Ter histórico familiar de câncer pode ser um alerta para iniciar um acompanhamento com médico mais cedo. No caso do câncer de mama, de 5% a 7% dos casos são ligados ao fator herediário. Na grande maioria dos casos, as mulheres não têm parentes com câncer de mama ou mesmo outros cânceres.

Marcadores: ,