sábado, 28 de março de 2009

Ainda dá tempo: A Hora do Planeta

quinta-feira, 26 de março de 2009

O filme da minha vida - Blogagem Coletiva

Participarei desta blogagem coletiva muito interessante: sobre o filme da minha vida....
Será que conseguirei delimitar tanto assim? Adoro cinema e existem tantos filmes favoritos....
Quem tiver interesse, passe no blog da organizadora, a Vanessa, do Fio de Ariadne para acrescentar seu nome na lista!
Serão dois dias de blogagem ( 29 e 30 de Abril).
Está aí a dica para quem gosta de cinema.

Marcadores: ,

Hoje a blogosfera está em festa!


Hoje é o aniversário da Beth, do Mãe Gaia!
Querida, que você seja muito feliz neste novo ano de vida! Que você consiga realizar os teus sonhos e que não te falte saúde, paz e muito amor!
Feliz Aniversário!
Adooorooo visitar o teu blog sempre tão informativo e alto astral!
Pegue aqui o seu bouquet de flores!
Beijos!

Imagem extraída daqui.

Marcadores: ,

quarta-feira, 25 de março de 2009

Rio Antigo

'Conversando com a Beth' através deste blog, comentamos com nostalgia sobre como era tranqüilo viver no Rio de Janeiro de nossa juventude. O Rio de minha infância então, nem se fala... Como era bom!! Os vizinhos nas calçadas, naquelas noites quentes e que não eram tão quentes como as noites de hoje... A tranqüilidade de poder brincar nas calçadas à noite ou qualquer hora do dia sem pressa, sem medo de assalto, sem o fantasma dos tiros e balas perdidas que tanto nos assustam e nos fazem reféns do medo nos dias de hoje.
Daí pensei naquela música poética do Chico Anísio e Nonato Buzar interpretada pela linda voz da Alcione. Não sou do tempo dos bondes nem do programa de calouros do Ari Barroso - mas este Rio do qual a música exalta é o Rio que ecoava em nossas vidas - o Rio da beleza, da calmaria, dos amigos e vizinhos nas ruas. O Rio da paz e do amor.
Perdoe-me tanta nostalgia. Sou nostálgica mesmo, eu admito. Sei que o mundo está em constante transformação, mas sempre que penso em mudanças, penso em mudar para melhor, não para o pior....
Quem gostaria de ver sua cidade natal num estado de sítio disfarçado de problemas passageiros que já duram décadas? Fico triste com o jogo político sujo que assola minha cidade, uma polícia na qual não confiamos.
Mas por incrível que possa parecer, não perco as esperanças não.
Entretanto, sinto muita tristeza de ver o nosso Rio de Janeiro
se transformando em lodo.
Enquanto isso, prefiro pensar no Rio Antigo do qual muito me orgulho.

Marcadores: ,

Guerra Urbana no Rio

É, amigos, a guerra urbana no Rio de Janeiro continua......Leia este artigo da Lucia Hipólito.


Civilização ou Barbárie
A batalha entre forças policiais e bandidos que se espalhou por mais de quatro bairros da Zona Sul do Rio desde domingo, dia 22, é mais um episódio que se repete com dolorosa frequência nas megalópoles brasileiras.

A situação supera o mero problema de segurança pública e passa a ser um problema de estágio civilizatório.

Estaremos todos regredindo à barbárie?

Cada vez que uma situação dessas nos assusta, nos martiriza, as pessoas de bem são tragadas pela barbárie e regridem um pouco mais a cada dia.

Em suma, não são apenas os bandidos que são bárbaros. Nós também corremos sério risco de caminhar a passos acelerados em direção à barbárie.

É assustador, mas nem um pouco surpreendente. É o resultado esperado do persistente processo de “desconstituição” do Estado, que vem acontecendo, e não é de hoje, no Brasil, e particularmente nas megalópoles como Rio e São Paulo.

Há séculos, o que se conhece como Estado Moderno vem se constituindo a partir da extensão da soberania sobre vastos aspectos da vida das nações.

Assim, a soberania sobre o território consolida-se gradativamente a partir da presença do poder público ocupando todos os pontos do país.

Outro elemento constitutivo importante é o monopólio do uso legítimo da força, ou seja, grupos privados deixam de reprimir e oprimir sob motivações igualmente privadas e se subordinam às forças do Estado, que passa assim, a deter o monopólio do uso legítimo da violência.

Um terceiro e relevante aspecto constitutivo do Estado Moderno diz respeito à justiça, que também passa a ser exercida pelo Estado, na medida em que a lei subordina tudo e todos, e a única ordem jurídica reconhecida é aquela vinculada ao Estado.

Não há mais justiça privada, mas aquela patrocinada e exercida pelos órgãos do Estado.

Muito bem. Se estes três elementos são importantes fatores constitutivos do Estado Moderno, é perfeitamente possível classificar o processo por que passa o Brasil como de “desconstituição” do Estado.

Senão, vejamos. A soberania sobre o território já foi ferida de morte, porque há vastos territórios onde o poder público não consegue penetrar.

E por poder público entenda-se o agente de saúde, a ambulância, o caminhão de lixo, o carro de bombeiros, o recenseador do IBGE, o carteiro etc., não apenas a polícia.

Na maioria das vezes, estes agentes do Estado só conseguem ter acesso a certos locais depois de solicitar permissão ao “protetor” do lugar, em geral um traficante ou miliciano.

Pois o poder público simplesmente abandonou essas áreas e marginalizou suas populações, praticamente empurrando-as para os braços do crime organizado.

Já o monopólio sobre o uso legítimo da força tem sido sistematicamente desrespeitado por ricos, classe média e pobres, indiferentemente.

Os ricos contratam seguranças particulares (mas não conseguem evitar os sequestros), a classe média contrata seguranças para suas ruas e condomínios (porém não consegue evitar os assaltos), e agora os pobres começaram a receber a “proteção” de milícias, grupos de policiais, bombeiros e ex-policiais, que expulsam os traficantes de comunidades carentes e passam a extorquir a população local.

Isto tudo porque a polícia (isto é, o Estado) não protege ninguém.

Finalmente, a justiça tem sido igualmente privatizada, subtraindo soberania ao poder público. A justiça privada (dos traficantes, das elites, das milícias, da polícia) é sumária e rápida.

Espancamentos, assassinatos, ajustes de contas, tortura, “queimas de arquivo” frequentam corriqueiramente as páginas dos jornais.

Tudo isso acontece sob as barbas do governo, à luz do dia. A reação das autoridades varia entre a resignação, a indignação hipócrita e a total indiferença.

Enquanto isto, a população que paga seus impostos em dia e dá um duro danado para criar seus filhos fica desamparada, órfã, sem uma palavra de conforto e de esperança.

Será que “eles” venceram? Não podemos nos conformar com isso.


Extraído daqui.

Marcadores: ,

terça-feira, 24 de março de 2009

Eu ganhei um presente!


A Bete do Interagindo e a Zany do Cotidiano de uma Grande Família me presentearam com este lindo selo! Queridas amigas, sinto-me muito agradecida por este mimo, pois faz bem ao ego de qualquer blogueira :-)))
Ofereço este selo a todos os amigos que freqüentam este meu Cantinho!
Obrigada, Bete!
Obrigada, Zany!

Marcadores: ,

domingo, 22 de março de 2009

Movimento Natureza

É assim que Georgia e Beth intitulam este movimento: Natureza.

Nossas queridas amigas blogueiras nos propõem um desafio para fazermos o nosso melhor em prol da natureza.
Eis o desafio: o que poderíamos fazer para protegermos o verde que ainda nos cerca? A água potável, nossa flora, fauna, tão maltratadas num país tão privilegiado como é o nosso em termos de riquezas naturais. Vamos pensar juntos?

Eu faço a minha parte no dia-a-dia, mas o que eu poderia fazer para ainda ajudar mais? E você? E seu amigo? Sua família?

Reproduzo a seguir as palavras da Georgia:


" Dia 22 de abril faremos 509 anos que fomos encontrados, pois descobrindo estamos até hoje.
Estamos descobrindo a nossa Floresta Amazônica e com ela depenando, depilando, desmatando, desmarcando, desbancando, desmontando e tudo isso em menos de 500 anos.

Precisamos urgente antes que seja tarde de um Movimento na Natureza e um Brasil Novo.
Para isso estamos desafiando você a participar desse Movimento em prol da Natureza.

1) Confirmar participacao no blog Movimento Natureza que foi criado exclusivo para discutirmos esse tema;

2) Levar o selo e fazer uma chamada no seu blog.

(Visitem o blog da Georgia ou da Beth para pegarem o selo que foi criado pela blogueira Paula.

3) Escolhe um projeto que for melhor para você fazer. Você poderá falar do Movimento Natureza...

a) no Jardim de Infância do seu filho;
b) na escola do seu filho;
c) na comunidade do seu bairro;
d) na sua igreja;
e) no seu trabalho;
f) em outros locais;
g) você conseguiria movimentar o Parque e Jardim da sua cidade para uma entrevista para o seu blog?
h) você conseguiria falar com o Prefeito da sua cidade para plantar uma árvore no dia em o Brasil inteiro comemora o seu descobrimento? É desafio mesmo!!!

4) Em quais desses locais você acha que poderá plantar uma árvore neste mês? (por favor, junto uma foto do evento)

a) no seu jardim;
b) no jardim de algum parente ou amigo;
c) no Jardim de Infância do seu bairro;
d) na escola do seu filho;
e) no bairro em que você mora;
f) na firma onde você trabalha;

5) Aos professores na blogesfera pedimos uma atuacao ainda mais intensa:

a) de conscientizar sua classe; falando sobre o tema;
b) Deixar que eles escrevam suas idéias numa redacao, quem sabe transformá-las num livro na própria escola para ser lido por outras classses;
c) Plantar uma árvore com eles;

6) Você faz Faculdade???
a) seria capaz de falar sobre o Movimento Natureza e levar a Faculdade onde você estuda a plantar uma árvore em algum lugar?

7) Mesmo que você ache que nao se enquadra dentro do projeto. Poderia fazer uma chamada no seu blog para que seus amigos fiquem sabendo do projeto?

8) Os nossos amigos de Portugal. Também estao convidados a participar deste desafio. Plante uma árvore onde você mora. Afinal, você faz parte deste Planeta chamado Terra.

É desafio mesmo!!!

Com este Ato de Plantar uma Árvore, estaremos formando Um Novo Ciclo na Natureza.

A floresta Amazônica ela existe como exemplo, ela pode ser no seu bairro, na nossa cidade, você já pensou nisso? Traga o pulmao da nossa Floresta até você.

Dia 22 de abril, é o dia marcado para postarmos a nossa acao.

http://movimento-natureza.blogspot.com/

Confirme sua participacao.


Eu confirmo minha participação nesta blogagem-desafiadora!

Marcadores: ,

quarta-feira, 18 de março de 2009

Gripe........


Preciso de repouso.


Marcadores: ,

terça-feira, 17 de março de 2009

Parabéns!



Hoje é aniversário da Rosângela, minha amiga de quase uma vida inteira e também é o aniversário de minha ex-amiga secreta, hoje amiga blogueira, Elzinha, também muito querida.
Para vocês, queridas, flores e o meu desejo de que sejam sempre muito felizes.
Escolham seus bouquets!

Marcadores: ,

sexta-feira, 13 de março de 2009

World Wide Web está de aniversário

13/03/2009 15:07:00

World Wide Web faz 20 anos e preocupa criadores


Genebra (Suíça) - O aniversário de 20 anos da World Wide Web reuniu os criadores da rede mundial em Genebra, nesta sexta-feira, em uma comemoração marcada também por críticas e preocupações.

A www foi desenvolvida por Tim Berners-Lee e outros cientistas do Centro de Física de Partículas Nucleares Europeu (CERN), na Suíça, e serviu inicialmente como um sistema que permitia que milhares de cientistas no mundo todo ficassem em contato.

"Vago, mas empolgante"


Em março de 1989, o jovem Berners-Lee entregou a seu supervisor um documento intitulado "Gerenciamento de informação: uma proposta".

O supervisor descreveu o texto como "vago, mas empolgante" e deu autorização para que Berners-Lee seguisse em frente com o projeto.

"Havia algo no ar, algo que ia acontecer mais cedo ou mais tarde", afirmou o ex-engenheiro de sistemas do CERN, Robert Cailliau, que fazia parte da equipe de Berners-Lee.

Eles criaram a linguagem global do hipertexto - o "http" dos endereços da web - e elaboraram o primeiro brownser, muito parecido com o que ainda usamos hoje em dia, em outubro de 1990.

"Tudo que as pessoas fazem hoje, blogs e comunidades e essas coisas, era o que estávamos fazendo em 1990, não havia diferença. Foi assim que começamos", conta Cailliau.

A tecnologia da www foi disponibilizada para um uso mais amplo na internet a partir de 1991, depois que o CERN decidiu não prosseguir com seu desenvolvimento, tomando a decisão histórica, dois anos mais tarde, de não cobrar royalties por sua criação.

Cailliau ainda se mostra maravilhado com o desenvolvimento de um meio que permite que o conhecimento seja expandido livremente, pois nunca imaginou que os mecanismos de busca ganhariam a importância que têm hoje em dia.

"Um motor de busca é muito centralizado. Já que a web é totalmente descentralizada, eu não poderia prever como as coisas aconteceriam", comenta.

Críticas e preocupações


Mas o desenvolvimento comercial da rede irrita, e muito, alguns de seus fundadores.

"Há algumas coisas que eu não gosto, como a invasão da propaganda", explica Caillau, que prefere a idéia de um "micropagamento" direto ao fornecedores de informação.

"E ainda há o grande problema da identidade, é claro, a confiança entre a pessoa que consulta e a pessoa que proporciona a página, assim como a proteção das crianças a certos conteúdos", acrescenta.

Web x internet


Lynn St. Amour, presidente-executiva da Internet Society, explica que a web ainda é erroneamente confundida com a internet.

"A internet é uma vasta rede de redes, interconectadas de muitas formas físicas diferentes, e mesmo assim falando uma linguagem comum", afirma.

"A web é uma coisa - embora influente e muito conhecida - de muitas aplicações diferentes que ocorrem na internet", explica a cientista.

Berners-Lee, o "pai" da web


Para Lynn St. Amour, "a grande realização de Tim Berners-Lee foi reconhecer o poder e o potencial da internet".

O britânico Berners-Lee, também conhecido como "pai da web", lidera o World Wide Web Consortium, órgão que coordena o desenvolvimento da web. É também pesquisador do Instituto de Tecnologia do Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, e professor de ciência da computação na Universidade de Southampton.

Em entrevista coletiva durante a Campus Party Brasil 2009, que aconteceu em janeiro em São Paulo, Berners-Lee disse que, se mudasse algo em seu projeto, removeria os "//" dos endereços da web. "Hoje sei que não servem para nada", disse, "e tirá-los economizaria tempo e espaço, mas para isso seria preciso redesenhar todo o sistema".

Notícia extraída daqui.

Marcadores: ,

quinta-feira, 12 de março de 2009

Gracias a la vida, Mercedes Sosa: que belo!!

Marcadores: , ,

quarta-feira, 11 de março de 2009

Intolerância, Racismo contra brasileiros

Saiu no jornal agora há pouco e é triste ver tanta intolerância no mundo....

11/03/2009

Grupo agride dois brasileiros na Inglaterra; polícia prende suspeito

MATHEUS MAGENTA
colaboração para a Folha Online

Dois brasileiros foram agredidos e roubados na noite do último sábado (7) em Bristol (Inglaterra). Segundo eles, cerca de 15 jovens participaram da agressão --que foi gravada por câmeras de segurança na rua. A polícia não divulgou as imagens e reforçou a segurança no local. Um suspeito foi preso.

Shane Braga, 28, e Márcio Toso, 30, disseram em entrevista à Folha Online que a agressão foi motivada pelo fato deles serem imigrantes.

Reprodução
Os brasileiros Márcio Toso (esq.) e Shane Braga, agredidos na Inglaterra; câmeras de segurança na rua flagraram a ação
Os brasileiros Márcio Toso (esq.) e Shane Braga, agredidos na Inglaterra; câmeras de segurança na rua flagraram a ação

"Eu nunca tive problema com racismo. E eu sei que se eu estivesse falando inglês com outra pessoa, isso não teria acontecido. Que motivos eles teriam? Eu só conseguia ouvir eles rindo e gritando 'fucking immigrants' [expressão pejorativa]. Foi uma humilhação", disse Braga nesta quarta-feira.

Em comunicado divulgado no domingo (8), a polícia disse que o "comportamento antissocial" teve um crescimento nas últimas semanas no local da agressão. A corporação não faz, no texto, menção ao crime de racismo.

Os brasileiros disseram que, ao registrarem o caso na polícia, ouviram que a região de Henbury era um "caso perdido". Durante a agressão, foram roubados um celular, um computador portátil e as chaves do carro.

Eles foram medicados no hospital Frenchay, na madrugada de domingo. Toso teve o nariz quebrado e levou sete pontos no rosto. Braga precisou colar o supercílio e quase não consegue abrir os olhos.

A ONG Sari (apoio contra ocorrências racistas, em tradução livre) presta apoio aos brasileiros agredidos. A Folha Online tentou entrar em contato com a ONG, mas não teve sucesso.

Agressão

Márcio Toso disse que foi à casa do amigo Shane Braga --localizada na rua Crow, em Henbury-- para redigir um currículo. Braga decidiu acompanhar Toso até o carro, quando foram abordados por quatro garotas num beco já na saída do prédio.

De acordo com Toso, uma das garotas perguntou a língua na qual eles conversavam. Ao responder que falavam em português, uma das meninas pulou em cima de Braga e o derrubou.

"Quando eu olhei para o lado, estava chegando mais gente e ele já estava no chão sendo chutado. Ao mesmo em que eles chutavam, eles riam. Isso me fez ficar tão nervoso que eu quebrei um dente de tanto morder de nervosismo", afirmou Toso.

Ele disse que, ao ver o amigo sendo chutado, subiu para pedir ajuda. Ele quebrou um pedaço da cerca de madeira e voltou ao local para tentar socorrer o amigo.

"Eu bati num cara com o pau e eles pegaram, em três pessoas, empurraram o pedaço de madeira contra mim, onde pegou no meu rosto e quebrou meu nariz", disse Toso. Ele levou sete pontos no rosto por causa de um objeto cortante.

Segundo eles, uma mulher inglesa parou o carro entre os agressores buzinando e ligou para a polícia.

"Se não fosse a mulher chegar e o Márcio voltar, eu teria morrido ali", disse Braga.

Brasileiros

Os dois brasileiros estão desempregados. Nascido em Colatina (ES), Toso tem dupla cidadania italiana e brasileira e mora em Bristol há um ano. No Brasil, onde a mulher e o filho moram, ele trabalhava num lava jato.

Braga, que nasceu em Fortaleza (CE), mora com a mulher, que tem dupla cidadania espanhola e brasileira, e dois filhos. Ele disse que aguarda a legalização de seus documentos para começar a trabalhar. Enquanto isso, trabalha com revenda de carros usados.

Com a prisão do suspeito, Braga disse temer represálias, mas disse ter desistido de voltar ao Brasil. "Como já saiu no jornal daqui, eu estou com medo de represália. Nos dois seguintes, deu uma vontade de voltar. Mas eu vou mudar para uma área mais tranquila e batalhar."

Extraído da Folha Online

Marcadores: ,

domingo, 8 de março de 2009

Hoje a blogosfera está em festa!

Imagem do bolo extraída daqui.

Hoje a blogosfera está em festa, pois nossa querida amiga Georgia completa primaveras!!! No dia Internacional da Mulher, a homenagem vai para você, querida Georgia, alguém que nos encanta com seu blog sempre com postagens tão inspiradoras.
Eu amo ler os teus textos objetivos, mas que carregam ao mesmo tempo toda a candura que você nos transmite - é como se você nos permitisse visitar você e a tua linda família através de uma janelinha especial: a do coração.
Feliz Aniversário, querida! E que Deus a proteja neste novo ano de vida, te preservando a saúde e sempre te proporcionando muitas alegrias!
Agora vamos experimentar este lindo bolo?
Eu gostei deste modelo, pois é eclético e alegre. Espero que goste!

Marcadores: ,

Dia Internacional da Mulher

Para todas as mulheres que passam por aqui. Para minha querida mãe, minhas irmãs, primas, tias, amigas de sempre, recebam estas flores com todo o meu carinho.
Parabéns para todas nós!








Mulheres

Pablo Neruda

Elas sorriem quando querem gritar.
Elas cantam quando querem chorar.
Elas choram quando estão felizes.
E riem quando estão nervosas.

Elas brigam por aquilo que acreditam.
Elas levantam-se para injustiça.
Elas não levam "não" como resposta quando
acreditam que existe melhor solução.

Elas andam sem novos sapatos para
suas crianças poder tê-los.
Elas vão ao medico com uma amiga assustada.
Elas amam incondicionalmente.

Elas choram quando suas crianças adoecem
e se alegram quando suas crianças ganham prêmios.
Elas ficam contentes quando ouvem sobre
um aniversario ou um novo casamento.

Flores extraídas daqui.

Marcadores:

sábado, 7 de março de 2009

Cartas

O post da Celia sobre sua profissão me inspirou a escrever hoje sobre a minha paixão por cartas, o ato de escrevê-las, recebê-las e lê-las. Pois é. Falar de cartas quando hoje se tem e-mail, google talk, skype, e tantos outros meios de comunicação instantânea parece me levar para o mundo do "era uma vez, numa terra muito distante..."
Um dia desses arrumando meus papéis, encontrei uma carta por mim escrita para uma amiga de primário - fiquei fascinada com a minha descoberta: um rascunho de uma carta escrita para uma amiguinha dizendo que estava com muitas saudades dela e não via a hora das aulas começarem para nos encontrarmos novamente. Eu devia ter uns 11 anos.
Na adolescência, tive diversos 'pen pals' ou 'pen friends' (correspondentes) de vários cantos do mundo. Era interessante e prazeroso trocarmos informações sobre nossos países e nossas vidas. E ainda aprendia e aprimorava o meu inglês. Nos aniversários e no Natal trocávamos presentes e cartões de felicitações e postais.
Algumas dessas amizades foram interrompidas por razões inexplicáveis. Outras felizmente perduram até hoje e já se vão pelo menos três décadas.
Um acontecimento muito triste foi quando um dia recebi a carta da mãe de uma amiga (pen friend) da Índia. O nome dela era Sanjivani. Nesta carta, sua mãe contava-me a notícia que Sanjivani havia falecido num acidente de trem. Uma moça nova como eu. Devia ter 19 anos no máximo. Nossa, o meu mundo desabou naquele dia. Eu chorei muito e as pessoas ao meu redor não entendiam a razão para tanta tristeza, afinal, eu nunca a tinha visto pessoalmente... Mas a nossa troca de cartas criou um elo tão forte para mim que era como se tivéssemos nos encontrado várias vezes, como se sempre tivéssemos sido amigas. Eu nunca esqueci da Sanjivani nem daquela carta triste que recebi.
Infelizmente as cartas, os cartões de Natal e de aniversário foram ficando mais escassos por conta da facilidade e rapidez dos e-mails. O amigo/a faz aniversário e nós logo enviamos um e-card... e no Natal idem. Eu ainda envio alguns cartões de Natal através dos Correios. Gosto de manter a tradição. Mas é interessante perceber que aqui no Brasil, e pelo menos nos Correios próximo de casa, não há mais longas filas durante o período natalino como era antigamente.
O nome do carteiro que entregava as cartas na minha época de adolescência era Ricardo e ele já me conhecia, pois alguns amigos escreviam o meu endereço de forma incorreta e ele decifrava tudo e sempre chegava dizendo: "Essa carta deve ser para você, o endereço está todo errado". Eu na época morava em Jacarepaguá, um bairro no Rio de Janeiro, e muitos escreviam tudo, menos o nome correto. Às vezes era o número trocado, algum algarismo faltando, mas na sabedoria daquele carteiro, ele conseguia decifrar os destinos corretos daquelas correspondências. Depois, com o Niels, o Ricardo passou a ser ainda mais aguardado, pois ele via a felicidade estampada no meu rosto quando me entregava as cartas provenientes da terra dos moinhos. Telefonar era caríssimo... e nós escrevíamos muitas cartas um para o outro. Tenho certeza que o Ricardo gostava do que fazia. Hoje, infelizmente não conheço o carteiro que entrega as cartas onde moro atualmente, pois na verdade, eles mudam com muita freqüência, e as cartas minguaram com o tempo, tanto de minha parte quanto dos outros. Como dizia Cazuza, 'o tempo não pára', e os e-mails fazem jus a este tempo de velocidade exorbitante. O que continua chegando às residências pontualmente são as contas, não é mesmo ....
Também, na literatura, muitos escritores mantinham este hábito saudável da troca de cartas e muitas delas hoje são documentos históricos importantes, pois relatam momentos da história do Brasil e aspectos de suas vidas que hoje são muitas vezes objetos de estudos acadêmicos. Clarice Lispector, Cecília Meireles, Carlos Drumond de Andrade e tantos outros grandes ícones de nossa literatura possuem diversas cartas publicadas em livros.
Atualmente estou relendo um livro que muito me fascina e que também há um filme baseado nele. É uma linda história de amizade de mais de 20 anos entre uma americana apaixonada por livros e um livreiro da Marks & Co que ficava na Charing Cross Road, número 84. Desta troca de cartas, nasceu uma longa amizade. Mas não contarei o resto, pois quem tiver interesse, valerá muito a pena ler o livro e/ou ver o filme. Aqui está um site legal (em inglês) sobre esta livraria e a história imortalizada no livro. Nas minhas férias, fiz questão de passar por lá, mesmo sabendo que agora existe um restaurante no local onde era a livraria.
Parabéns, Célia, pelo seu trabalho e obrigada pela inspiração!

Marcadores: ,

terça-feira, 3 de março de 2009

Férias - Segunda Parte - Londres -


Marcadores: ,

domingo, 1 de março de 2009

Valsa para a minha cidade querida!

Hoje a cidade do Rio de Janeiro completa 444 anos!
É a minha cidade linda, cheia de problemas mas que amo muito e sonho em vê-la cada vez melhor, mais organizada, mais limpa, mais valorizada por seus habitantes, mais protegida, mais amada e respeitada por todos que nela habitam - cidadãos comuns e políticos.

Que seja menos violenta.

Que tenha menos injustiça, menos mazelas sociais

E mais paz, mais saúde e educação para seus habitantes.

Parabéns, querido Rio de Janeiro!!

Em homenagem aos 444 anos de minha cidade querida, nada mais gostoso do que comemorarmos com música. Quando pensei neste post sobre o Rio, imediatamente me veio esta música na cabeça: "Valsa de uma cidade". Então, vamos nos deleitar com esta valsa linda cantada pela maravilhosa Rita Lee,que é nascida em São Paulo, porém também uma apaixonada pela cidade do Rio de Janeiro.

Valsa de uma cidade
Vento do mar no meu rosto
E o sol a queimar, queimar
Calçada cheia de gente
A passar
e a me ver passar
Rio de Janeiro, gosto de você
Gosto de quem gosta
Deste céu, desse mar,
Dessa gente feliz
Bem que eu quis escrever
Um poema de amor e o amor
Estava em tudo que eu quis
Em tudo quanto eu sonhei
E no poema que eu fiz
Tinha alguém mais feliz que eu
O meu amor
Que não me quis
Em tudo quanto eu sonhei
E no poema que eu fiz
Tinha alguém mais feliz que eu
O meu amor





Marcadores: ,