sábado, 26 de dezembro de 2009

2010 e a esperança...

Ouvi este poema do Mario Quintana hoje à noite na novela e me emocionei. É lindo demais
Quero compartilhá-lo com vocês.

Esperança

Mário Quintana


Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...


Texto extraído do livro "
Nova Antologia Poética", Editora Globo - São Paulo, 1998, pág. 118.

Imagem extraída daqui.

Marcadores: , , , ,

Commentários:
Bom dia Sónia!
Obrigada pelos seus votos de feliz Natal, lamento não ter vindo antes, mas realmente não consegui, a casa cheia de família, preparativos e tal...Mas espero que de facto o seu Natal tenha sido muito feliz!

Quanto ao Ano Novo, estou a tempo, rssss...desejo, para si e sua família: saúde, paz e amor! Tudo o resto vem por acréscimo.

Beijinhos.

P.S. Lindo poema!
Postado por Blogger Fernanda : 27 de dez de 2009 08:09:00  

Postar um comentário