quinta-feira, 31 de julho de 2008

Prêmio Dardos


Amigos!!!

Fui agraciada com o Prêmio Dardos, oferecido pela querida
Beth, do blog "Mãe Gaia" que leio assiduamente!. Em seu blog, a Beth diz:

"Com o Prêmio Dardos, se reconhecem os valores que cada blogueiro mostra cada dia em seu empenho por transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc..., que em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras.

O Prêmio Dardos tem certas regras:
1. Aceitar exibir a distinta imagem.
2. Linkar o blog do qual recebeu o prêmio.
3. Escolher 15 blogs para entregar o Prêmio Dardos".

Sinto-me muito feliz por ter sido lembrada pela Beth, é um prazer oferecer o mesmo prêmio a estes 15 amigos blogueiros. Quem não os conhece, deveria conhecê-los!

Ale
Andrea
Ana Pontes
Celia
Celia Rodrigues
Denise
Elvira
Elza
Georgia
Grace
Leonor
Luma
Meire
Sandra
Sonia


Sei que alguns amigos podem já ter sido agraciados também como o mesmo prêmio, mas quero que saibam que adoro ler os blogs de vocês, ver as fotos e descobrir olhares diferentes e sempre interessantes sobre a vida, o cotidiano, a família, as viagens, etc. Por isso não poderia de incluir na minha listinha pessoal. Parabéns a todos.

Marcadores: , ,

sábado, 26 de julho de 2008

Hoje é dia da Avó e dia de Santana!

Tive duas avós maravilhosas. Infelizmente guardo poucas lembranças de minha avó Lucília pois quando ela faleceu, eu era ainda muito pequena. Entretanto, lembro muito bem de um fato que se passou comigo e ela. Algo do cotidiano mas que para mim é sinceramente a única lembrança que vive em mim até hoje. Eu estava no quarto dela e ela experimentava um vestido novo em mim. Era lindo, um vestido rodado, rosa clarinho, bem menina mesmo. Em seguida, ela me colocou em cima da cama e disse: "Sonia, você está linda!". Apesar de não lembrar mais da voz dela :-(, as palavras que ela me disse ecoam em minhas melhores lembranças... Lucília era minha avó materna. Adoraria ter mais fotos dela, mas tenho poucas...
Já a minha outra avó, pude desfrutar de mais tempo com ela. Chamava-se Josefa mas todos nós a chamávamos de vovó Mimosa. Vovó Mimosa cozinhava que era uma beleza e seu passatempo predileto era conversar sobre as novelas que estavam passando na época. Infelizmente, um dia, vó Mimosa levou um tombo e quebrou o fêmur. Depois disso, ela nunca mais foi a mesma. Melhorou bastante, voltou a andar, mas tinha medo de cair e levar outros tombos. Com o passar dos anos, a velhice foi lhe trazendo outras complicações. Ela morreu faz alguns anos, mas também vive em mim e seus netos que tanto a amavam. Lucília era morena, cabelos pretos, olhos pretos. Mimosa era branquinha, cabelos castanhos, olhos azuis.






























Hoje meus filhos desfrutam de sua avó maravilhosa, minha mãe :-)
Infelizmente a avó de meus filhos por parte de pai já é falecida. Mas vocês sabem como surgiu essa comemoração do dia da avó?

É por que hoje é dia de Santana!


SANTANA, A VOVÓ DO CÉU

A festa de Santana, que se passa a 26 de julho, encerra o ciclo das festas de folclore e fogueiras. Outrora, era, sem dúvida, mais alegre e ruidosa, mas nunca alcançou o mesmo esplendor das dos santos de junho. Entretanto, dentre as figuras bíblicas, a de Santana logrou certa repercussão no nosso tradicionalismo.

É bem compreensível, aliás, essa popularidade, uma vez que Santana teve a graça de ser mãe de Maria Santíssima e avó de Jesus.

Filha de Estolano e Emerenciana, da real descendência de Davi, nasceu em Belém. Casou-se, aos 24 anos, com Joaquim de Nazaré, da cidade da Galiléia. Após o consórcio, foram residir naquela cidade, e só depois de vinte anos de vida conjugal nasceu Maria, enchendo de luz aquele abençoado lar. A menina, meiga e linda, foi criada sob a vigilância carinhosa de Ana, que a orientava nos severos preceitos de piedosa caridade. Tinha Maria três anos quando a família se transferiu para Jerusalém. Seis meses após falecia o pai. Ana e Joaquim estiveram casados vinte e três anos e meio.

Maria foi então encaminhada a um recolhimento, onde se educavam e permaneciam, até contraírem matrimônio, as meninas mais nobres da real família de Judá.

Viúva, teve Ana vida pura e recatada. E a 26 de julho faleceu, com 56 anos, deixando a filha, a menina santa, com doze anos apenas.
Se você sentir vontade de continuar a leitura sobre a história de Santana, vá até esta página aqui.

Fonte:http://www.jangadabrasil.com.br/julho35/fe35070b.htm
Fotos de avós ( arquivos da família)
Imagem de Santana: Google imagens

Marcadores: , , , ,

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Que bom constatar que ainda existe esperança na humanidade

E o trânsito parou para a preguiça atravessar a RJ-116

Publicada em 23/07/2008 às 16h28m

Paulo Roberto Araújo - O Globo

RIO - Um bicho-preguiça que habita as matas do Parque Estadual dos Três Picos parou, literalmente, na tarde desta segunda-feira, o tráfego da RJ-116, que liga Itaboraí a Nova Friburgo. Com seus movimentos lentos, ela levou cerca de 15 minutos para atravessar a pista. Como suas unhas são muito afiadas, ninguém se arriscou a ajudá-la a fazer a travessia preguiçosa.

Consultor de tecnologia militar e fotógrafo, Ronaldo Olive trocou o Grande Rio pela tranqüilidade de São Pedro da Serra, em Nova Friburgo, há cinco anos. Ele estava entre os motoristas que pararam para a preguiça passar:

- Todos os motoristas, inclusive de caminhões, pararam os carros, desligaram os motores e foram acompanhar a travessia da preguiça. Achei a cena de cooperação coletiva fantástica numa época em que só se fala de violência - disse Olive.

A preguiça atravessou na pista da RJ-116 pouco depois do pedágio, na subida da Serra de Nova Friburgo. Dono de uma pousada em São Pedro da Serra, João Carlos Leal disse que é comum aparecer animais não só na RJ-116 como também na Rodovia Serra-Mar, que liga Nova Friburgo à BR-101 e foi recentemente inaugurada como estrada-parque:

- Infelizmente, ocorrem muitos atropelamentos de animais. É preciso reforçar a sinalização indicando o risco de travessia de animais silvestres na pistas das duas rodovias, que cortam reservas ambientais muito ricas - sugeriu Leal.

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2008/07/23/e_transito_parou_para_preguica_atravessar_rj-116-547373460.asp

Marcadores: , ,

domingo, 20 de julho de 2008

Para os meus queridos amigos, friends, vrienden - Semana Internacional da Amizade -

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor.
Eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores,
mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências…
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles.
Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários.
De como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente construí, e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar.
Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer…
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo,
andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!
A gente não faz amigos, reconhece-os.

Vinícius de Moraes (1913-1980)

Marcadores: , , ,

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Bons Sonhos

Esta música é muito linda! Remete-me à criança eterna que existe em nós, mesmo que não saibamos que ela exista. Mas está lá. É só procurarmos.
Como adulta, sinto-me muitas vezes desconectada deste mundo de tantas desgraças cotidianas.

Mas...

Eu preciso do sonho como alimento para minha alma. Quem não precisa, não é mesmo?
Sonhar é bom e acreditar nos meus sonhos me faz 'tocar o barco' da vida com mais vontade.

Desejo a vocês, queridos amigos, que nunca deixem de sonhar e acreditar em seus sonhos e projetos de vida!
Segue a tradução da música "When you wish upon a star", que foi extraída daqui:

Quando você deseja além das estrelas, não faz diferença quem você é
Qualquer coisa que seu coração sonhar virá pra você

Se o seu coração está nos seus sonhos, nenhum pedido é muito exagerado
Quando você deseja além das estrelas assim como os sonhadores fazem

O destino é bondoso, ele traz para aqueles que amam
A doce e plena satisfação dos segredos mais secretos deles

Como uma grata surpresa, o destino entra e enxerga seu íntimo
Quando você deseja além das estrelas, seus sonhos tornam-se realidade

Imagem de Madre Teresa extraída de google imagens

Tenham um ótimo fim-de-semana!







Marcadores: , , ,

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Um filme inesquecível: Em algum lugar do passado

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Momento indignação

Mais um Joãozinho foi absurdamente assassinado pela polícia do RJ. Não. Isso não é filme americano. Infelizmente é a realidade de minha cidade. Mais uma família foi destruída, assim, de repente. Imagina. Você volta de uma festinha do amiguinho de seu filho e no meio do caminho tinha uma viatura da polícia seguindo um carro preto. E neste caminho, qualquer carro preto que estivesse no caminho seria metralhado. Que logística é essa, meu Deus?
E neste carro, poderia estar eu com meus filhos, você, com seus filhos, netos, amigos, pessoas de bem, trabalhadoras, pagadoras de impostos cada vez mais altos!! O que recebemos em troca? Um carro metralhado e a vida de uma família destruída.
Cada dia eu entendo menos a sociedade em que vivo, muito menos a minha cidade que agora está cada vez mais se tornando 'virtualmente' maravilhosa.
Os dias estão cinzentos nesta minha 'Guanabara' que amo tanto.
Ontem na comemoração adiantada dos 18 anos de minha sobrinha ( o dia mesmo é 9/7!), sua madrinha fez uma linda oração onde ela falava do milagre da vida. Parece algo tão óbvio, não é mesmo? Muitas vezes nem nos damos conta que estarmos vivos é um milagre. Vivemos simplesmente... as horas, os dias, os meses e o primeiro semestre que já terminou. Pois viver está cada vez mais se tornando um milagre no Rio de Janeiro. A violência está acabando com o Rio de Janeiro.
Estou triste por esta família. Poderia ser com qualquer um de nós. Por isso, agradeçamos sempre pelo milagre que é estarmos vivos hoje.
Espero que todos tenham uma boa semana.
Se quiserem ler sobre mais uma história triste de violência no Rio de Janeiro, clique aqui.
A foto do João Roberto foi tirada daqui.

Marcadores: , , , ,

sábado, 5 de julho de 2008

Momento nostalgia

Amo esta música!
Tenham todos um ótimo fim de semana!

Marcadores: , ,

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Ingrid está livre!!!!!! Free at last!!

Este acontecimento de hoje me faz ter esperança em dias melhores neste mundo de tantas maldades e injustiças. Sei que o bem existe, e quando uma história com tantos percalços acaba bem, os protagonistas desta história de luta agora são a vitória, a alegria, o sucesso, a felicidade, reunião, fé e a liberdadeeeeeeeeeee! O bem venceu.
Ingrid é com certeza um símbolo da luta pela libertação de todos os reféns que ainda estão em poder das FARC. Ver a Ingrid e os outros livres finalmente, depois de tantos anos, é como se a felicidade dela e dos outros nos penetrasse pelas veias.
Eu estou contagiada pela alegria e o sucesso da missão do exército colombiano por que fico imaginando o reencontro dos filhos e o simples fato dela poder voltar a 'viver'. Aquele olhar para seu esposo, o abraço apertado em sua mãe, os agradecimentos que ela fez a todos, muito me emocionaram.
Agora se Deus quiser, ela lutará para que todos os outros também sejam libertados.


fotos tirada daqui

e daqui

Marcadores: ,

terça-feira, 1 de julho de 2008

Saúde em crise

Hoje pela manhã ouvi no rádio o relato comovente de uma moça de 23 anos que está na fila de transplante de fígado. É a segunda ou terceira da fila, só que o Hospital Universitário do Fundão no RJ que era referência nacional até pouco tempo em transplantes, passa por uma enorme crise, por isso, as cirurgias estão suspensas há dois meses. Nestes dois meses, disse a moça, 5 pacientes já morreram por que não agüentaram esperar. O hospital não faz mais exames simples como de sangue, faltam os materiais mais básicos, linha, algodão, etc........................
Esta situação é revoltante quando pensamos no montante que pagamos de impostos. QUE PAÍS É ESSE? Quase que diariamente saem manchetes nos jornais enaltecendo que o Brasíl possui uma reserva de mais de 200 bilhões de dólares, que o Brasil descobriu mais e mais poços de petróleo, que o Brasil quer sediar uma Olimpíada, que o Brasil é pioneiro na produção de álcool, biodiesel, que o Brasil isso, que o Brasil aquilo.........
Mas e nós brasileiros? E a saúde do Brasil? E a educação de qualidade para os brasileiros? E o saneamento básico dos brasileiros? E a despoluição dos nossos rios, lagoas e baías? ESTA OMISSÃO Ë UM ABSURDO!
Aqui no Rio de Janeiro, os hospitais universitários costumavam ser referências em termos de atendimento. Mas de uns anos para cá, a situação virou de cabeça para baixo. Gente, que tipo de médico está sendo formado se não há material para trabalhar, se não há pacientes para atender? Sinceramente, este tipo de situação muito me angustia pois nós cumprimos com a nossa parte, mas os governos não. Usam agora palavras 'bonitas' como 'gestão' - 'é problema de gestão', bla bla bla. Mas enquanto isso, seres humanos que estão lutando pela vida estão perdendo esta batalha. CADÊ O DINHEIRO DOS NOSSOS IMPOSTOS? EXISTE VERBA? CADÊ, CADÊ?????.
A medicina avança cada vez mais, porém o homem governante do Brasil está cada vez mais retrógrado. Perdoe-me o desabafo, mas este tipo de injustiça me revolta sempre.
Leia aqui para se inteirar sobre esta crise, ou aqui.

Fonte da fotos:http://dceuem.blogspot.com/2008/05/estudantes-professores-e-residentes.html

Marcadores: , ,

Dica: A obra musical de Tom Jobim - Relançamento

Eu adoro ouvir Tom Jobim. Amo sua música e sempre o admirei pelo amor que tinha pela natureza, pelos pássaros e como ele integrava esse amor em sua música, não só nas letras, mas nas melodias, como ele cantava o amor de forma geral. Sempre de maneira poética, melodias belíssimas.

Encontrei esta novidade no jornal! A obra de Tom Jobim está sendo relançada, então quem ainda não completou a coleção, é só procurar nas lojas virtuais e/ou reais. Eu tenho quase todos e certamente quero completar a minha coleção preciosa.
Tenham todos uma ótima semana!

Nos 50 anos da bossa nova, parte da obra de Tom Jobim é relançada. Discos com repertório para gringo ouvir dominam

Christina Fuscaldo - O Globo Online

RIO - No ano em que se comemora cinco décadas da consagração da bossa nova, é impossível esquecer do homem que foi um dos grandes responsáveis pelo movimento que mudou a história da música brasileira: Tom Jobim. Enquanto João Gilberto, João Donato e muitos outros preparam shows pelo país, as gravadoras entraram na corrida para espalhar pelas lojas de discos parte da obra do pianista, maestro, compositor e principal parceiro de Vinicius de Moraes. Além da caixa "Brasileiro", que traz oito álbuns lançados entre 1964 e 1981, a Universal relança agora títulos em inglês. "Tide", "Antonio Carlos Jobim and friends" e "Rio revisited", este com Gal Costa, são alguns deles. Da Warner, estão nas lojas "Terra Brasilis", "Urubu" e "A certain Mr. Jobim", entre outros. Confira:

"Brasileiro" (Universal): A caixa traz oito álbuns lançados entre 1964 e 1981. São eles "Caymmi visita Tom", "Edu & Tom - Tom & Edu" (com Edu Lobo), "Elis & Tom" (com Elis Regina), "Matita Perê", a trilha sonora do filme "Garota de Ipanema" e as coletâneas "Tom pra dois", "Tom feminino" e "Tom masculino". O CD feminino traz clássicos interpretados por grandes cantoras, entre elas Elis Regina, Gal Costa, Angela Rô Rô, Maria Bethânia e Ella Fitzgerald. O masculino traz as vozes de Caetano Veloso, Chico Buarque, Ney Matogrosso, Emílio Santiago e outros. "Tom para dois" reúne duetos históricos, como o de Tom e Elis em "Fotografia" e o de Chico Buarque e Mônica Salmaso em "Imagina". Dentro do box, há um encarte com texto de Ana Maria Bahiana sobre o maestro.

"The wonderful world of Antonio Carlos Jobim" (Warner): Acompanhado pela orquestra de Nelson Riddle, Tom Jobim lançou este álbum em 1965. Ele traz "She's carioca", "Água de beber", "Favela", "Samba do avião", "Useless Landscape", entre outras.

"Antonio Carlos Jobim - The composer of 'Desafinado' plays" (Universal): O primeiro dos discos de Tom Jobim gravados nos Estados Unidos mistura canções em inglês e em português. "The girl from Ipanema", "Corcovado", "Chega de saudade", "Meditation" estão no álbum gravado em 1966.

"A certain Mr. Jobim" (Warner): O álbum de 1967, "remasterizado das fitas originais" (conforme aviso na contra-capa), traz dez canções, entre elas "Bonita", "Se todos fossem iguais a você", "Surfboard" e "Don't ever go away".

"Tide" (Universal): O título, "Maré" em inglês, remete à música "Wave", mas o disco não tem nada a ver. Com arranjos de Eumir Deodato, o álbum de 1970 traz versões jazzísticas de clássicos de Tom. "The girl from Ipanema" e "Carinhoso" estão no repertório junto a quatro "Tema Jazz".

"Urubu" (Warner"): "O Bôto", com dueto de Tom com Miucha, abre o disco, originalmente lançado na década de 70. Instrumental, "Saudade do Brasil" mostra o potencial do mestre como arranjador e instrumentista. "Ligia" está no repertório.

"Terra Brasilis" (Warner): O disco de 1980 é divido entre músicas em português, em inglês e instrumentais. "Triste", "Dreamer", "Dindi", "Off-key" estão no primeiro grupo. "Canta mais", "Modinha" e "The girl from Ipanema" foram para o segundo. No último, estão "Double rainbow", "Marina" e "Estrada do sol".

"Antonio Carlos Jobim and The New Band - Passarim" (Universal): Produzido por Paulo Jobim e Jacques Morelenbaum em 1987, o disco traz Tom com uma banda formada por um time de craques. Danilo Caymmi toca flauta e faz vocal, o falecido Sebastião Neto toca baixo e as backings são Ana Lontra Jobim, Elizabeth Jobim, Maucha Adnet, Paula Morelenbaum e Simone Caymmi. No repertório, estão "Passarim", "Bebel", "Chansong", "Tema de amor a Gabriela", entre outras.

"Wave" (Universal): Lançado originalmente em 1988, o álbum produzido por Creed Taylor traz "Batidinha", "Antigua", "The red blouse" e, claro, "Wave".

"Rio revisited" (Universal): O disco traz duetos de Tom Jobim e Gal Costa (ele, sempre no piano), lançados em 1991. No repertório, estão "One note samba", "Desafinado", "Chega de saudade (No more blues)", "Samba do Soho", "Samba do avião (Song of the jet)" e outras.

"Antonio Carlos Jobim and friends" (Universal): Herbie Hancock não só assina o texto na contra-capa como toca piano no CD gravado ao vivo durante o Free Jazz Festival, em São Paulo, em 1993, um ano antes da morte de Tom Jobim. Oscar Castro Neves canta e toca piano com Jobim em "The boy from Ipanema" e Gal Costa faz vocal para o piano de Hancock em "A felicidade".

http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2008/06/30/

Marcadores: , ,