quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Importando Folclore: blogagem coletiva

Dia das Bruxas ou Halloween

O Halloween é uma festa comemorativa celebrada todo ano no dia 31 de outubro, véspera do dia de Todos os Santos. Ela é realizada em grande parte dos países ocidentais, porém é mais representativa nos Estados Unidos. Neste país, levada pelos imigrantes irlandeses, ela chegou em meados do século XIX.

História do Dia das Bruxas

A história desta data comemorativa tem mais de 2500 anos. Surgiu entre o povo celta, que acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros.
Por ser uma festa pagã foi condenada na Europa durante a Idade Média, quando passou a ser chamada de Dia das Bruxas. Aqueles que comemoravam esta data eram perseguidos e condenados à fogueira pela Inquisição.
Com o objetivo de diminuir as influências pagãs na Europa Medieval, a Igreja cristianizou a festa, criando o Dia de Finados (2 de novembro).

Símbolos e Tradições

Esta festa, por estar relacionada em sua origem à morte, resgata elementos e figuras assustadoras. São símbolos comuns desta festa: fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankestein.
As crianças também participam desta festa. Com a ajuda dos pais, usam fantasias assustadoras e partem de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçura ou travessura”. Felizes, terminam a noite do 31 de outubro, com sacos cheios de guloseimas, balas, chocolates e doces.

Halloween no Brasil

No Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana.
Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado.
Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci (comemorado também em 31 de outubro).

Texto extraído daqui.

Foto do Saci querendo comer a abóbora do Halloween extraída daqui.

Não sou xenófoba, até mesmo por que vivo em uma família multicultural e ainda mais sou professora de inglês. Amo conviver com a diversidade cultural e conhecer cada vez mais tanto as culturas locais como a de outros povos. Porém, decidi participar da blogagem que se intitula "Importando Folclore" por que valorizo a cultura nacional, amo as coisas do Brasil e tenho consciência que há muita alienação. Porém, acredito que tudo é válido em seu contexto. Por exemplo, como professora de inglês, acho natural que uma escola de idiomas organize festinhas de Halloween já que esta é uma manifestação cultural dos países anglo-saxões. Entretanto, fora daquele contexto, vamos reverenciar o nosso Saci! Não podemos esquecer de nosso próprio folclore, que é inclusive muito rico. Não precisamos importar o dia das bruxas no nosso cotidiano, pois aqui temos tantos mitos e seres fantásticos para serem festejados e apreciados.... O que acontece na verdade é que o brasileiro em geral tende a valorizar muito mais o que vem de fora, de outros países, principalmente dos Estados Unidos, sem filtrar o que é bom ou ruim e como esponjas absorvem qualquer tradição, incorporando-a ao seu modo de vida tupiniquim. Repito, eu não acho que seja um absurdo haver esse tipo de festinha nos contextos citados pois somente aprendemos um idioma bem quando também vivenciamos aspectos da cultura de onde esta língua é falada, quando lemos a literatura, ouvimos a música, conhecemos suas tradições, etc. Porém, fora de meu contexto profissional, considero que comemorar o dia das bruxas não tem sentido. Soa-me como muita alienação. Pensando neste aspecto,

"Artistas, educadores, políticos e uma boa parcela da sociedade se mobiliza pela comemoração do dia do Saci em 31 de outubro há alguns anos. A idéia é de se homenagear o personagem do folclore nacional mais conhecido e descrito na literatura no mesmo dia em que, nos Estados Unidos, se comemora o Dia das Bruxas, ou o Raloin, na grafia dos saciólogos. Algumas cidades brasileiras, como São Paulo, já aprovaram leis que institui a data como dia do Saci e pela preservação da cultura nacional, mas o projeto que institui a data em âmbito nacional, ainda aguarda aprovação no Congresso Nacional". ( extraído daqui).



Precisamos valorizar a nossa cultura. Gosto sempre de repetir: é o papel do pai, da mãe transmitir bons valores aos filhos. Vivemos num mundo globalizado e longe de sermos hipócritas com esta história de comprar, consumir somente o produto nacional, mas existe uma tendência que talvez se confunda com um complexo de inferioridade com relação à cultura brasileira. Nossa cultura é riquíssima, interessantíssima e uma grande atração no exterior. Só falta o brasileiro descobrir isso.

Então pessoal, vamos comemorar o dia do Saci-pererê!

Esta postagem faz parte da blogagem coletiva organizada pelo Ronado do Vida Blog.

Marcadores: , ,

Commentários:
Sonia, que bom ler vc. Suas informacoes concisas e diretas sempre me acrescentam alguma coisa.
nao sei como o brasileiro valoriza tanto uam cultura que nao é dlee, quando tem tanta cultura a ser vivida`??
beijos e dias felizes, querida
Postado por Anonymous Grace Olsson : 31 de out de 2008 04:24:00  
Bom dia Sonia!

Eu tb buscando inspiraçao para esta Blogagem Coletiva*, descobri que hoje 31 de outubro eh o DIA DO SACI.

e Vamos vestir nosso saci de verde amarelo gorro vermelho e cachimbo e comemorar o nosso folclore.
Viva a nossa cultura.
Bjs
Postado por Anonymous Meire : 31 de out de 2008 06:37:00  
Aqui em Portugal não comemoramos o Dia das Bruxas, mas na noite de Todos os Santos, as crianças andam de porta em porta pedindo o "Pão por Deus" e recebem dinheiro e guloseimas.
Belíssima colaboração na Blogagem Colectiva.
Abraço
Jorge
Postado por Blogger Jorge C. Reis : 31 de out de 2008 09:13:00  
Oi, Sonia!
Esse negócio de Halloween no Brasil é mais pros adultos que curtem festas à fantasia. Lá em Petrópolis tem uma dessas no Quitandinha e dizem que é muito concorrida e que vão pessoas com fantasias incríveis.
Mas eu nunca dei bola prá este festejo, por não estar enraizado na minha memória festiva de criança.
Agora, o sacizinho de Monteiro Lobato, seria uma boa representatividade para nós, principalmente em dias tão pobres de cultura neste nosso imenso país.
Eu até sairia de namorada do saci, quem sabe! haha
bjs cariocas
Postado por Blogger Beth/Lilás : 31 de out de 2008 10:39:00  
Sonia, gostei muito do seu texto acompanhado dos esclarecimentos. A professora de inglês do meu filho por exemplo nao abordou nada sobre o Halloween. Ela levou para a sala de aula um pote de creme de amendoim. Enquanto as criancas aprendiam a falar eles podiam meter o dedo dentro do vidro e se deliciar com o sabor do creme. Meu filho chegou em casa querendo um pote desses. Fui ao armário e peguei o nosso que está lá a meses, porque passou para ele a ter um outro significado.

Achei ótimo que a professora nao entrou no detalhe da festa do halloween, mas aproveitou o dia para uma aula deliciosamente inesquecível.

Grande beijo
Postado por Blogger Georgia : 31 de out de 2008 12:10:00  
Aqui ainda não chegou, ou seja é festejado nas escolsa primárias e infantário. Alguns professores de inglês também abordam a data nas suas aulas.
Mas ainda não tem uma grande implantação.

Muito interessante a sua postagem, parabéns.

Abraço Emilia
Postado por Blogger Mikasmi : 31 de out de 2008 13:39:00  
Também não sou xenófobo, mas acho que, no caso de tradições, sou totalmente alinhado às brasileiras. Temos belas manifestações e que têm tudo a ver com nossa cultura e tradições. O hallowen é algo artificial.
Postado por Anonymous LIno : 31 de out de 2008 14:05:00  
Feliz dia do Saci!!!

Adorei o desenho do saci comendo a abóbora! rsrs

Obrigado por participar da blogagem.

Até mais
Postado por Blogger Ronaldo : 31 de out de 2008 15:34:00  
Sonia querida
Nao participei da blogagem, mas aprendi muito por aqui.
Visitar voce é sempre um aprendizado.
Bjs no coração e ótimo final de semana.
Postado por Anonymous Bete : 31 de out de 2008 16:30:00  
Oi Sônia.

Ótimo o seu texto.

Adorei a foto do Saci tentando comer a abóbora. Muito fofo.

Bjs.
Elvira
Postado por OpenID evipensieri : 1 de nov de 2008 17:01:00  
Adorei esse saci comendo abóbora! rsrss
Postado por OpenID leioomundoassim : 1 de nov de 2008 20:38:00  
Também eu postei sobre o tema. Saudade docê. Bjkª. Elza
Postado por Blogger Blog do Beagle : 2 de nov de 2008 00:19:00  
Não é por nada não, mas comemorar o Dia do Saci no dia do Halloween é no mínimo tosca. Não que eu seja contra tal comemoração, mas acho que não precisa de apelação p'ra mostrar que a cultura nacional tem valor! Porque não instituir outra data para o Dia do Saci?
Postado por Blogger Tatah Santini : 2 de nov de 2008 02:17:00  
Linda a sua postagem, o texto está 10! Também concordo com você, nunca é demais aprender novas culturas e temos sim que repassar tudo isso aos nossos filhos! Estou no Japão há alguns anos e apesar de tão longe do Brasil, temos oportunidades de ver festas brasileiras por aqui, como o Carnaval! Também participei da Blogagem coletiva e adorei. Todas as postagens estão muito bem apresentadas. Parabéns à todos! bjs

Aprendendo a Língua Japonesa
Postado por Anonymous yoko : 2 de nov de 2008 13:15:00  
Já sabe a minha opinião sobre o dia das bruxas e ela nada afeta as minhas raizes que estão bem colocadas. Seu texto está corretíssimo e concordo em tudo, principalmente com a conclusão: é papel dos pais transmitir valores aos filhos. Eles podem sim, dar suas voltinhas pelo mundo, mas é no seio da família que encontra a essência cultural que lhes foi repassada. Beijus
Postado por OpenID luzdeluma : 2 de nov de 2008 17:52:00  
Há muito já se ouvia dizer: "a grama do visinho é sempre mais verde que a minha". Parece que o que pertence aos outros é sempre melhor e mais especial que nossos próprios "bens". A cultura brasileira é um bem ainda não descoberto pela maioria dos brasileiros.
Abraços!
Postado por Blogger Celia Rodrigues : 3 de nov de 2008 08:36:00  
A Lumma disse tudo, Sonia!
Bjim.
Postado por Blogger Rosamaria : 3 de nov de 2008 13:14:00  
Sonia querida, temos sim que não perimitir que nossos filhos e netos desconheçam nossa cultura.
As vezes sentimos que isso está desaparecendo, e se continuar assim, nossas crianças não conhecerão suas raízes.
Um beijo
Postado por Blogger Aninha Pontes : 4 de nov de 2008 07:44:00  

Postar um comentário