quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

DIGA NÃO À PEDOFILIA: PREVINA SEUS FILHOS E AS OUTRAS CRIANÇAS


"Ser Criança"

Gostamos de brincar
Com tudo o que temos à frente,
Fazemos amigos sem parar
E somos todos inocentes.
Com muito amor e alegria
Ensinam-nos coisas sem parar,
Rodeados estamos de magia
E crescemos sempre a sonhar.
Como somos pequeninos
E estamos sempre a correr,
Ficamos muito cansadinhos
E sestas temos de fazer.
Protegidos pelo colinho
Que os adultos nos dão,
Adormecemos como uns anjinhos
Dando asas à nossa imaginação!

Créditos do poema: http: saberes-efnb.blogspot.com/2007/10/poema-ser-crianca.html
Foto: retirada do Google imagens



Começo minha participação nesta blogagem coletiva sugerida pela Luma com este singelo poema sobre 'ser criança'.
Cada um de nós já foi criança um dia e sabe como é maravilhoso ter vivido essa fase tão mágica, pura e autêntica de fazer e acontecer, do faz-de-conta, de dizer o que pensa, de imaginar as coisas mais incríveis, da espontaneidade e da capacidade de sonhar e acreditar no sonho. Quem viveu este direito algum dia, teve infância de verdade, por que foi presenteado com o dom da inocência e com a fértil capacidade de imaginar.
A criança que cresce num ambiente saudável com pais, familiares, atenção, amigos, afeto, amor, respeito e muito espaço para o lúdico, cresce em segurança e ao longo de sua vida torna-se um ser humano do bem: mente e corpo sãos.
Entretanto, nunca se ouviu falar tanto de pedofilia como hoje em dia. Infelizmente, nem todas as crianças estão protegidas como gostaríamos, já que muitas delas encontram monstros de verdade pelo caminho, que acabam por destruir seus sonhos de infância completamente. Infelizmente os pedófilos existem por aí em cada esquina... A cada dia, os jornais noticiam histórias de pedófilos molestando crianças (o caso mais recente, da nadadora Joana Maranhão, que revelou aos jornais ter sido molestada por seu treinador quando tinha 9 anos!)

Quem são esses monstros?

E como nós pais, educadores, seres humanos que amamos e respeitamos as crianças podemos perceber quando algo não está indo bem?

Acredito que nós pais temos a obrigação de ficarmos atentos quando se trata de proteger a integridade de nossos filhos. A
internet, por exemplo, é uma estrada com caminhos muitas vezes sinuosos e, com freqüência, escutamos as histórias mais mirabolantes sobre crianças que começam a se comunicar com outras 'supostas crianças' mas infelizmente são perfis falsos que escondem a verdadeira identidade de maníacos obcecados por crianças, que as atraem como presas fáceis e esperam dar o bote a qualquer momento.

Precisamos acompanhar melhor a vida de nossos filhos! Quais são páginas que nossos filhos costumam visitar na internet? Precisamos dialogar sempre com nossos filhos, saber como foi o dia deles na escola, no cursinho de inglês, na aula de judô ou natação. Conversar sempre! Precisamos alertá-los dos perigos que existem n
a internet e que principalmente não devem falar com estranhos e muito menos fornecer informações pessoais a desconhecidos.

Também faz-se necessário alertá-los que não é somente com relação a internet 'sem cara' que devemos ficar em estado de alerta. O pedófilo pode também ser uma pessoa conhecida!

É claro que nós pais também devemos saber conversar com nossos filhos de acordo com a faixa etária deles. Conversar com nosso filha/o de 3 anos, 7 ou 15 irá demandar obviamente discursos completamente diferentes. Para isso, podemos sempre recorrer às organizações que trabalham em prol de uma infância saudável e longe dos pedófilos. Muitas dessas organizações possuem cartilhas que nos ensinam a lidar com o problema e como conversarmos sobre este tema tão conflitante.

Fazendo minhas pesquisas pela internet, encontrei várias dessas organizações e reproduzo aqui dois textos interessantes que encontrei: porém, em primeiro lugar, é importante citar que existe o
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ( lei federal no. 8069/90 de 13/03/1990) que foi criado com o objetivo de dar PROTEÇÃO INTEGRAL À CRIANÇA.
Se este estatuto tem protegido as crianças do Brasil, muitas vezes penso que não como deveria.
O ECA diz em seu art. 18:

  • É dever de todos zelar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.


Será que todos estamos zelando pela dignidade de nossas crianças e adolescentes?



Reproduzo agora dois textos extraídos do Observatório da Infância, cujo objetivo é esclarecer e ajudar os pais a ajudarem seus filhos.









Pedofilia e abuso sexual: proteja seus filhos.
Rio de janeiro, 28 de janeiro de 2008.

O que os pais podem fazer para prevenir o abuso sexual e proteger seus filhos

O Observatório da Infância recebe uma grande quantidade de e-mails através da seção "Conte seu caso". As situações mais freqüentes e mais dolorosas são de abuso sexual. Nas entrevistas que damos continuamente na mídia sobre pedofilia e abuso sexual a pergunta mais freqüente feita pelos jornalistas é como evitar que uma criança seja sexualmente abusada. Hoje, vamos dar destaque aqui às recomendações do Observatório da Infância para prevenir o abuso sexual.

  • Lembre-se sempre que pedofilia é uma perversão sexual, caracterizada pela opção sexual preferencial por crianças e adolescentes, de forma compulsiva e obsessiva. O pedófilo é um doente que pode cometer crimes contra crianças.
  • O pedófilo é uma pessoa aparentemente normal e muitas vezes inserida na sociedade.
  • A pedofilia é uma patologia muito freqüente em todos os níveis sociais e econômicos. Lembre-se portanto: Não é rara a presença de pedófilos no meio da família, nas escolas, nas praças, nos playgrounds, nos educandários, no ambiante esportivo, nas igrejas, em consultórios médicos e em todos os lugares onde ele, o pedófilo, possa encontrar crianças e adolescentes.
  • Lembre-se que na maioria das vezes o abusador sexual de crianças é alguém da própria família ( pai, padrasto, avô, tio, cunhado, irmão mais velho, ou alguém sem vínculo familiar, mas próximo da criança).
  • O abuso sexual de crianças e adolescentes é um ato covarde, de manipulação do poder e da confiança que crianças têm naquele adulto.
  • Lembre-se que a internet tornou-se hoje um paraíso para pedófilos. Encaminhe suas denúncias sobre pedofilia na internet para http://www.censura.com.br/index.php?option=com_contact&Itemid=3.
  • O abuso sexual de crianças e adolescentes é crime. Cobre da polícia e do Poder Judiciário investigação minuciosa, a aplicação da lei e a proteção de seu filho e de outras crianças.
  • O abuso sexual já ocorreu, mas você pode evitar que ele prossiga. Uma criança vítima de abuso sexual pode levar para o resto de sua vida sentimentos de vergonha e culpa que a prejudicarão seriamente. Para evitar as dolorosas conseqüências do abuso sexual, a criança precisa falar sobre o que ocorreu. Ouça o que sua filha ou filho tem a contar e acredite neles.
Fonte: Observatório da Infância

IMPORTANTE!!!!

O que os pais devem fazer para prevenir o abuso sexual e proteger seus filhos:
  • Estar bem informados sobre a realidade do abuso sexual contra crianças.
  • Ouvir seus filhos e acreditar neles por mais absurdo que pareça o que estão contando.
  • Dispor de tempo para seu filho e dar-lhe atenção.
  • Saber com quem seu filho está ficando nos momentos de lazer. Conhecer seus colegas e os pais deles.
  • Procurar informar-se sobre o que sabem e como lidam com a questão da violência e do abuso sexual os responsáveis pela creche, pela escola e pelos programas de férias. Faça o mesmo com o seu pediatra, o conselheiro religioso, a empregada e a babá.
  • Antes de tudo, falar com seu filho e sua filha e lembrar-se que o abuso sexual pode ocorrer ainda nos primeiros anos da infância.
  • Entre 18 meses e 3 anos, ensine a ele ou ela o nome das partes do corpo.
  • Entre 3 e 5 anos, converse com eles sobre as partes íntimas do corpo (aquelas cobertas pela roupa de banho) e também como dizer não. Fale sobre a diferença entre o bom toque e mau toque.
  • Após os 5 anos, a criança deve ser bem orientada sobre sua segurança pessoal e alertada sobre as principais situações de risco.
  • Após os 8 anos deve ser iniciada a discussão sobre os conceitos e as regras de conduta sexual que são aceitas pela família e fatos básicos da reprodução humana.
Adaptado de textos da American Academy of Pediatrics divulgados no site: www.aap.org/family/cabuse.htm

Fontes de pesquisa:

http://www.observatoriodainfancia.com.br
http://www.censura.com.br
http://www.safernet.org.br

Marcadores: , , ,

Commentários:
Sonia, o assunto é serio. A cada post eu fico mais triste e mais chocada.
Nao da pra ficar parado e nem calado é preciso agir em defesa das crianças, por que elas em sua inocencia nao iamginam a intençao de um animal deste qdo lhes oferece uma simples caramela.
Um beijo e um Feliz dia de Sao Valentino para voce.

Meire
Postado por Anonymous Meire : 14 de fev de 2008 09:34:00  
Olá

Excelente post.
Eu vou postar agora sobre o assunto.
Sabe que nem sei o que dizer a respeito desse assunto, porque me causa tanta indignação e revolta saber que isso existe.
chega a me dar um nó na garganta.

Beijos

Alê
Postado por Anonymous Alessandra : 14 de fev de 2008 10:55:00  
OI Sonia!
Retribuindo sua visita, tenho a dizer que seu post foi muito enriquecedor. Parabéns.
Postado por Blogger Tânia Defensora : 14 de fev de 2008 16:27:00  
Sonia mais uma vez, como chover no molhado, mas verdadeiro, o caminho é o amor.
Quando amamos uma criança, só queremos o bem dela.
E com amor, neinguém machuca.
Um beijo querida.
Postado por Blogger Aninha Pontes : 14 de fev de 2008 17:51:00  
Uma criança que não goze de uma infância hígida, será um adulto problemático e violento. Cuidar da infância é garantir um futuro de paz e propsperidade, é dar esperança a todos de um mundo melhor.

Combater a pedofilia com todas as forças e meios, e ser extremamente rígido na sua punição, é proteger a infância e o futuro do país e do mundo.
Postado por Blogger Fábio Mayer : 14 de fev de 2008 17:56:00  
Olá Sónia,
cheguei aqui através da Luma.
Realmente é fundamental que os pais estejam informados e que informem também os filhos. Os perigos espreitam em qualquer lado, então a prevenção é essencial!
Bjs
Postado por Blogger Fernanda : 14 de fev de 2008 18:00:00  
Boa noite, nosso mundo da blogosfera é fascinante, sozinhos não somos nada, mas unidos temos forças para mover toda sociedade, pena que nem todos pensam assim.
A pedofilia é um crime hediondo, os pedófilos devem ser julgados e severamente punidos, não sei é se nossos governantes pensarão da mesma maneira. Pois se até mudam as leis para proteger alguns. Parabéns pelo seu post, muito bem elaborado. Ofereço minha amizade e minha admiração. Abraços fraternos do amigo.
Postado por Anonymous Sombra do Sol : 14 de fev de 2008 20:25:00  
Oi Sonia,

Me atrasei e minha esposa chegou antes de mim (Tania Defensora)...
Parabéns pela sua abordagem esclarecedora e completíssima.
Acho a Luma conseguiu realmente mobilizar pessoas muito bacanas em torno de uma causa triste, mas necessária, principalmente pra nós que temos filhos...
Seu template é lindo. Sou biólogo e apaixonado por sapos e borboletas. Portanto, fazer essa observação sobre o template foi inevitável.
Parabéns pelo blog todo, além da postagem e do template.
Espero um dia me tornar um desses "amigos que estão por vir" que cita no seu perfil.
Um abraço e obrigado pelas gentis palavras de incentivo.
Postado por Blogger Osc@r Luiz : 14 de fev de 2008 20:53:00  
Sônia, muito obrigada por visitar meu blog e tudo oq ue for contra uma crianças e seu desenvolvimento tem que ser combatido e em primeiro lugar começas em casa.Os pedófilos estão por toda a parte e são pessoas acima de qulaquer suspeita.
Sei que lá em meu blog e disseram que o que aconteceu com Araceli não foi pedofilia, mas não se deve ignorar que o que aconteceu com a menina foi contra a inocência de uma ciranaç, onde sua mãe a utilizava para portar drogas.Me desculpe, mas tudo que for contra criança, menores de idade tem que ser levado em consideração sim.
Tanto que você leu em meu blog o porquê do dia dia 18 de maio.
Um forte abraço e volte sempre, beijos.
Postado por Anonymous Janaina de Almeida : 14 de fev de 2008 21:23:00  
Muito bom, cheio de informações e elucidativo blog. A Luma está de parabéns pela iniciativa e os participantes pelos textos, um melhor que o outro.
Postado por Blogger Marcos : 14 de fev de 2008 21:28:00  
Oi Sonia.
Toda precaução contra esta laia podre da humanidade é pouca. Para mim, esta gente hedionda devia ser banida do convívio social, pouco me importando se são doentes ou não. Neste caso, aliás, o Estado deve castrá-los quimicamente, se for possível. Se não for, confesso que não ficaria chocado se fosse adotado o antigo método - faca ou navalha bem afiadas.
As redes de televisão também prestariam um excelente serviço público se banissem da sua programação todo e qualquer estímulo à erotização precoce das nossas crianças.
É preciso restaurar valores como respeito e honra, e sentimentos como afeto e amor.
Obrigado pela visita lá no meu esconderijo.
Um abraço.
Postado por Blogger Jens : 14 de fev de 2008 21:42:00  
Sônia
Seu texto está excelente, muito amplo e elucidativo.
Eu acredito que a divulgação é sempre o melhor caminho!!!
Como cidadãos conscientes temos a obrigação moral de alertarmos os que desconhecem a problemática.
Parabéns pela participaçao na blogagem coletiva, afinal a união faz a força :o)
Postado por Blogger Turmalina : 14 de fev de 2008 22:50:00  
Sonia muito obrigada pela visita no blog. Esses dias eu ando numa correria que você nem imagina.
Olha a hora quee stou lhe agradecendo a sua visita.
Beijos

Alê
Postado por Anonymous Alessandra : 15 de fev de 2008 00:09:00  
Soninha querida, super enriquecedor o seu posting. O maior meio de prevencao sobre qualquer assunto relacionado aos filhos é sem dúvida pais presentes, responsáveis, consequentes. As criancas sao tao vulneráveis ... temos que estar muito atentos, sempre.
Postado por Blogger SandraM : 15 de fev de 2008 07:35:00  
Olá Sônia,

Adorei sua postagem! O assunto requer muita preocupação e você soube abordar muito bem...
Parabéns!
Está semana estamos falando sobre outro típo de violência, no qual a conscientização também é muito importante, caso queira dar uma olhadinha:http://umaconscienciacoletiva.blogspot.com
Beijos.
Postado por Blogger Lola : 15 de fev de 2008 15:14:00  
Oi Sônia, vim aqui agradecer a sua visita e fiquei apaixonada pela sua "casa". Como é linda!
Adoro borboletas e adoro azul.

Deixando a rasgação de lado.

Assunto importante e sempre temos que estar alertas não é?
'
Beijocas
Postado por Blogger Cristiane Fetter : 15 de fev de 2008 20:38:00  
Obrigada pela visitinha no "Consciência Coletica", quase não soube que você esteve lá, seu comentário foi para o meu e-mail e não para o blog. Quando for lá, deixe um comentário no blog, para eu ter um acesso direto até você...
Você abordou de maneira tão clara este assunto que até minha filhinha de 9 anos veio ler. Parabéns navamente!
Postado por Blogger Lola : 16 de fev de 2008 12:52:00  
Oi Sonia,
Só hoje estou conseguindo retribuir a sua visita no dia da blogagem. Obrigada!!!

Seu post está completíssimos com muitas informações necessárias, Parabéns!!!
É um assunto que reuqer toda nossa atenção e a blogagem serviu para esclarecer várias duvidas.

Beijos e ótima semana!!!
Postado por Blogger Patty : 19 de fev de 2008 07:01:00  
parabéns!ler seus arkivos me ajudou a saber melhor como proteger meu filho.é muito dolorozo saber q ta cheio desses montros por toda parte,e,mesmo assim ter q mandar meu filinho todos os dias p/ creche,escola..
temos q castrar todos eles!
p/ q não tornem a abusar de nimguem
Postado por Anonymous jenifer : 13 de fev de 2009 11:20:00  
Olá Mãe que deixou um comentário desesperado aqui: espero que você leia esta mensagem. Você estava como anônimo e eu não sabia como entrar em contato com você: por favor, veja este site:
http://www.censura.com.br/
Aqui você encontra informações onde poderá procurar ajuda. Aja rápido, amiga!
Estou preocupada, mas você não pode deixar de procurar ajuda.
Abraços fraternos e boa sorte.
Fique com Deus!
Postado por Blogger Sonia H. : 20 de mai de 2009 18:31:00  

Postar um comentário