domingo, 17 de agosto de 2008

CRIANÇA E CONSUMO: É SEMPRE IMPORTANTE BATER NESTA MESMA TECLA

Encontrei este artigo escrito por Frei Betto no Jornal O Dia online de hoje. Este é um assunto que muito me preocupa. Por isso, reproduzo-o aqui no blog, sempre com a esperança de que outros pais irão ficar mais alertos contra o mal causado na vida das crianças brasileiras que têm tido suas infâncias roubadas. O site do Instituto Alana mencionado no texto do Frei Betto é este aqui.


Rio - O II Fórum Internacional Criança e Consumo ocorrerá em São Paulo, de 23 a 25 de setembro, no Instituto Itaú Cultural. Serão discutidos o consumismo infantil e suas conseqüências. Além do lançamento do documentário ‘Criança e Consumo’, serão realizados debates sobre publicidade, educação e infância e sociedade de consumo, e apresentado o vídeo de atividades pedagógicas desenvolvidas com crianças do projeto Educando na Periferia, do Instituto Alana.

Um dos recursos mais utilizados para tornar a criança consumista é a erotização precoce. Se se consegue que ela comece a pintar o rosto aos 4, 5 anos; a prestar demasiada atenção ao próprio corpo; a se preocupar com a marca do tênis calça, da roupa que usa... essa criança precocemente erotizada manifesta trejeitos de adulto, vocabulário de adulto, desejos de adulto. Ela é psicologicamente ‘adulta’ e biologicamente infantil.

Para evitar tais deformações, o Instituto Alana criou, em 2006, o projeto Criança e Consumo, que busca fomentar, na sociedade, consciência crítica quanto ao consumo de produtos e serviços por crianças e adolescentes, de modo a evitar a mercantilização da infância e da juventude; a cultura da violência; o materialismo excessivo, etc.

O Alana fiscaliza a publicidade voltada às crianças e aos jovens, acolhe denúncias e toma medidas legais junto aos órgãos competentes para sustar anúncios que deseducam as novas gerações.

Criança não deve ser objeto de peças publicitárias. Para que se torne um adulto sadio, precisa é de afeto, estima, respeito (consciência dos limites) e mergulho em seu próprio universo onírico.


Veja aqui, um exemplo de abuso de propaganda de uma loja de roupas infantis cuja foto
claramente incita a sensualidade de uma menina que tenta arriscar um olhar de uma modelo adulta. MAS É UMA MENINA!!! É ALARMANTE. UM ABSURDO! (foto extraída daqui.)
fonte da foto acima: http://www.diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com
Boa Semana para todos.

Marcadores: ,

Commentários:
Isto é alarmante!
E esta marca, por incrível que pareça, é da "rainha dos baixinhos" - Xuxa - que também ensinou as crianças a berrarem em festas com suas musiquinhas chatas e incentivar músicas com dupla intenção como nos tais raps cariocas.

A maioria dos pais não presta atenção a estes detalhes e até incentivam os filhos ao consumo, as bebidas e comportamentos anti-infantis. Depois choram amargamente.

abraço querida.
Postado por Blogger Lilás : 17 de ago de 2008 18:19:00  
Oi, querida Sonia!!!!
Muito obrigada por sua visita!!!Saudades!!Eu acho que houve uma transmissão de pensamento pois ontem pensei em vc e no seu blog!!Eu ia te visitar!!!Obrigada pelas palavras. Quanto às crianças, é triste quando a criança deixa de ser criança...e muitos pais por desleixo ou inocência acabam estimulando isso mesmo, é a menina com roupas colantes e sensuais...enfim, uma tristeza...Tia Sonia, o meu bebê deixa um beijo para vc!!!Um beijo, Vivi e bebê.
Postado por Blogger vivendo : 18 de ago de 2008 09:07:00  
O grande problema da actualiade,Sónia, é a falta de consciência das pessoas, que as leva a não questionarem modas, comportamentos e atitudes. Os meus filhos vestem roupa de criança, não tenho pressa em vê-los adultos, não!
Uma boa semana!
Postado por Blogger Fernanda : 18 de ago de 2008 14:29:00  
Outro dia eu estava vendo uma reportagem sobre mães que criam as filhas para serem modelos desde muito pequenas. As garotinhas nem têm direito à escolha e já crescem com aquela preocupação desenfreada com a aparência. Na maioria das vezes, essas mães querem realizar nas meninas seus sonhos frustrados e, dessa forma, rouba-lhes a infância. Achei muito triste.
Postado por Blogger Celia Rodrigues : 19 de ago de 2008 23:47:00  
Oi Sonia, ótima chamada. Minhas criancas tb vestem roupas de criancas e nós tb vestimos roupas normais sem ser de griffe.
Mas tenho que confessar que a nossa Viviane já faz caras e bocas e poses, mesmo que ela nem tem esse mundo na frente dela. Muitas criancas já nascem assim com esse charme natural, rs.

Beijao e boa semana
Postado por Blogger Georgia : 20 de ago de 2008 09:53:00  
O que conta é vender seu produto. Para isso se usa crianças sem nenhum peso na consciência, mesmo que seja Xuxa, que bate no peito dizendo valorizar e respeitar as mesmas.
Quando o assunto é dinheiro, tudo fica esquecido.
As crianças hoje já nascem querendo ser adultos.
Pena, perdem o melhor.
Beijos
Postado por Blogger Aninha Pontes : 21 de ago de 2008 18:00:00  
Sônia, eu vou dar esse texto para o meu filho ler. E, tbm, para o marido que anda, ultimamente, consumindo demais...kkkkk
beijos e dias felizes
Postado por Blogger Grace Olsson : 22 de ago de 2008 12:12:00  
Muito bom post. Ótima alerta. Bj
Postado por Blogger Celia : 23 de ago de 2008 17:30:00  
Oi Sonia
Um assunto bastante delicado e que muitos pais nao percebem a gravidade.
Bjs no coração
Postado por Anonymous Bete : 23 de ago de 2008 21:05:00  

Postar um comentário