sábado, 1 de março de 2008

Parabéns, Rio de Janeiro!


Hoje, primeiro de março é o aniversário da cidade do Rio de Janeiro: 443 primaveras!



Um pouco de história

Em 1502, no dia 1º de janeiro, os portugueses encontraram a Baía de Guanabara. À primeira vista, os marinheiros pensaram que era a foz de um grande rio e chamaram as terras que eram banhadas pelas águas de Rio de Janeiro, mês em que chegaram ao local. Depois das primeiras visitas à região, as terras ficaram praticamente abandonadas, pois os portugueses preferiam concentrar seus esforços nas áreas do litoral do País em que havia pau-brasil.

A cidade foi fundada muitos anos depois, em 1º de março de 1565, pelo militar português Estácio de Sá. Ele tinha o objetivo de expulsar os franceses que estavam ali há 10 anos e colonizar as novas terras. Quando chegaram ao Rio de Janeiro, em meados do século XVI, os franceses conseguiram devagar conquistar a confiança dos índios e assim trocavam especiarias por animais. Mesmo com tantas dificuldades, Estácio de Sá venceu os franceses e promoveu a fundação do Rio de Janeiro, mas acabou morrendo um mês depois da fundação.

Quando os franceses foram expulsos, em 1567, e os índios tamoios dominados, a cidade possuía poucas casas. Para que as pessoas ficassem mais protegidas, o governador Mem de Sá transferiu a cidade para o Morro de São Januário, que passou a se chamar Morro do Castelo por causa de um forte que tinha sido construído no local. A transferência ocorreu para dificultar os ataques piratas.

O desenvolvimento da cidade aconteceu durante o século XVIII, apesar de um conturbado período de invasões e constantes lutas contra os franceses. A evolução e enriquecimento da cidade atraiu os portugueses, uma vez que Rio de Janeiro tinha se tornado o principal centro de comércio das regiões das minas de ouro e diamantes.

Um dos fatos que enriqueceram a cidade foi a chegada da família real portuguesa, no início do século XIX. A Corte Portuguesa abriu os portos, integrou o Brasil ao mercado mundial e elevou a cidade à condição de Capital do Reino unido de Portugal, Brasil e Algarve. Dom João passou administrar o País e, com sua capacidade de liderança, expandiu o Brasil, declarando a independência de Portugal em 1822. O Rio de Janeiro se transforma em sede do Reino Unido, tendo como imperador Dom Pedro I.

O crescimento do Rio de Janeiro acelerou no século XIX, com o fim da Monarquia em 1889. A cidade passou a investir no transporte, alguns rios foram encanados e foi instalado o Tribunal do Comércio no Paço da Cidade. Além disso, outras melhorias foram promovidas como a criação do corpo de bombeiros, a chegada da iluminação elétrica e do telefone que contribuíram para a modernização da cidade.

Em 1763, a cidade se tornou capital do Brasil, posição que ocupou por quase duzentos anos. O Rio de Janeiro só perdeu o posto de sede política do País com a construção da cidade de Brasília, que passou a ser a sede do governo a partir de 1960. Por determinação do Regime Militar, os estados da Guanabara e do Rio de Janeiro juntaram-se em 1975, formando apenas um estado e tendo como capital a cidade do Rio de Janeiro.


Adaptado de: http://www.brazilonboard.com/rio/13180.asp
Foto: http//www.riodejaneirotravelguide365.com


Nasci nesta cidade linda e maravilhosa. Nossas belezas naturais são dádiva de Deus. O Corcovado, Pão-de-açúcar, Floresta da Tijuca, Maracanã, a enseada de Botafogo são alguns de meus lugares favoritos. Também adoro a pracinha do bairro onde moro, assim como os cachorros de rua que atendem por nomes dados por anônimos. Aprecio as ruas arborizadas do meu bairro e o céu quase sempre azul.
Hoje não quero falar do Rio de Janeiro de ruas sujas e violentas, muito menos dos políticos corruptos. Do Rio de Janeiro 'do purgatório do caos', já bastam os jornais nos mostrarem cenas dramáticas todos os dias, não é mesmo? Nós cariocas sofremos com tudo isso? Sim. E muito. Mas em dia de aniversário temos mais é que celebrar a vida. Por isso, parabenizo o meu Rio de Janeiro e todos os cariocas da gema e também aqueles que adotaram o Rio de Janeiro como sua cidade. Parabéns para todos nós!

E como em toda comemoração de carioca não pode faltar uma música, quero exaltar o meu Rio de Janeiro idílico, apresentando-lhes uma pérola do maestro Antonio Carlos Jobim. Neste vídeo, Tom e sua banda cantam 'Samba do Avião', no Festival de Jazz de Montreal em 1986, uma apresentação inesquecível, a qual eu tive a oportunidade de estar presente naquela noite de verão canadense.

Eu não sei se vocês experimentam algo semelhante quando chegam na cidade natal de vocês. Toda vez que eu fico longe do Rio e volto de avião, este samba sempre cruza os meus pensamentos. É lindo demais...

Tenham um ótimo fim-de-semana!









Samba do Avião
Antônio Carlos Jobim

Eparrê Aroeira beira de mar Canôa
Salve Deus e Tiago e Humaitá
Eta costão de pedra dos home brabo do mar Eh, Xangô, vê se me ajuda a chegar Minha alma canta Vejo o Rio de Janeiro
Estou morrendo de saudades Rio, seu mar Praia sem fim
Rio, você foi feito prá mim
Cristo Redentor, Braços abertos sobre a Guanabara Este samba é só porque Rio, eu gosto de você
A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
Rio de sol, de céu, de mar Dentro de um minuto estaremos no Galeão
Copacabana, Copacabana Cristo Redentor, Braços abertos sobre a Guanabara Este samba é só porque Rio, eu gosto de você A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
Aperte o cinto, vamos chegar
Água brilhando, olha a pista chegando
E vamos nós Pousar...

Marcadores: , , , ,

Commentários:
Sonia querida, linda homenagem.
Parabéns ao Rio de Janeiro, parabéns a todos os cariocas.
A sua cidade merece sim essa bela homenagem, afinal não é pior que outras grandes cidades.
Infelizmente o grande pecado são os habitantes de lindas cidades como o Rio de Janeiro. Ainda assim vale a pena lembrar as grandes conquistas.
Beijos querida
Postado por Blogger Aninha Pontes : 1 de mar de 2008 06:54:00  
Parabéns ao Rio.

Sonia, bonita homenagem ...

Bjs.
Elvira
Postado por OpenID evipensieri : 3 de mar de 2008 12:05:00  
Amo o rio mais q demais....
bjs
linda homenagem
Postado por Anonymous Deny : 5 de mar de 2008 12:30:00  

Postar um comentário